Tudo levar a crer que esta será mesmo a temporada de despedida de Rogério Ceni do gol do São Paulo. Se isso acontecer, este será também o último álbum do Campeonato Brasileiro com a figurinha do goleiro-mito. Ceni foi revelado pelo Sinop, do Mato Grosso, e acabou contratado pelo Tricolor em 7 de setembro de 1990. Subiu para o profissional em julho de 1992 pelas mãos do treinador Telê Santana. Fez sua estreia como profissional em 25 de junho de 1993, mesmo ano em que fez sua primeira aparição numa coleção do Brasileirão. Veja que ele só começa a ser identificado como Rogério Ceni na figurinha de 1998.
FIGURINHA DO ROGÉRIO CENI
De 1993 até 2015, Ceni apareceu 19 vezes nos álbuns. A pesquisa foi feita pelo colecionador Fernando Camargo, criador do site Nosthalgia, a pedido do Blog do Curioso. O goleiro não aparece nos álbuns de 1996 , 2001 e 2006. Os goleiros do São Paulo que aparecem nesses álbuns são Zetti (1996), Roger (2001) e Bosco (2006). Na estampa de 2002, Ceni carrega no peito um carimbo de “Pentacampeão do Mundo”.

A Panini, editora do álbum, tem usado a “última figurinha de Rogério Ceni” como destaque de sua atual campanha de divulgação. Uma figurinha que vai entrar para a história.
2015

Se for usar as informações e as imagens dessa reportagem, seja ético e não esqueça de dar os créditos e o link para o Blog do Curioso.