Joachimsthaler era o nome de uma região da Boêmia de onde se retirava prata para cunhar moedas. A moeda, que estava circulando por todos os lados, antes chamada pelo mesmo nome da região, passou a ser mais conhecida por thaler. Em dinamarquês e num alemão mais vulgar, a primeira consoante da palavra soava um pouco diferente, parecendo ser daler. O inglês adotou essa pronúncia, que aos poucos mudou sua escrita para dollar (dólar em português).

Nas colônias dos Estados Unidos, não havia dinheiro padrão. A moeda amplamente usada era o peso espanhol. Valia um dólar e também era conhecido como “Pieces of Eight” (Peças de Oito) porque podia ser dividida em oito pedaços, como fatias de uma torta. Os colonizadores ingleses informalmente assinaram o nome dollar para essa moeda. Em 1785, quando o Continental Congress estabilizou a moeda americana, adotaram dollar como o nome da unidade padrão do dinheiro porque o termo era mais conhecido e não estava associado a nenhuma nomenclatura da moeda oficial inglesa.

O presidente Thomas Jefferson também estabeleceu a palavra dime, do francês dixieme, para um décimo do dólar. Pronunciado dêem, casualmente se transformava em dime.