O lema “In God we trust” (Nós acreditamos em Deus), usado tanto em moedas como em cédulas de dólar, não existia até 1957. Apareceu primeiro em uma determinada série de notas, mas só surgiu nas notas do Banco Central americano em 1963. A frase foi proposta muito antes de entrar em uso, e a idéia persistiu inclusive pela Superma Corte dos Estados Unidos.

O Departamento do Tesouro e o Departamento da Justiça foram contra a proposta. Em 1992, a idéia foi entregue formalmente e sua defesa foi bem-sucedida na Corte Distrital de Maryland.