A data é uma homenagem ao nascimento de Juscelino Kubitschek de Oliveira, que seria eleito o 21º presidente do Brasil. JK, que veio ao mundo em 12 de setembro de 1902 na cidade mineira de Diamantina, era fascinado por esse costume artístico. “Seresta”, inventado pelos brasileiros em meados do século XX, é o termo popular para “serenata”. Trata-se do ato de se cantar músicas de caráter sentimental pelas ruas à noite, parando diante das janelas das namoradas.