Na noite de Halloween, em 31 de outubro, crianças fantasiadas batem de porta em porta anunciando a famosa frase: “Gostosuras ou travessuras!” (ou “Tricks or Treats!” em inglês). Não temos essa tradição no Brasil, mas a conhecemos bem dos filmes e dos seriados de TV. Sabia que é a data com maior venda de chocolates nos Estados Unidos? A indústria americana de confeitos (no caso, as chamadas “gostosuras”) fatura 3 bilhões de dólares só nessa semana. A mais antiga referência impressa da frase “Tricks or Treats!” apareceu na edição de 1º de novembro de 1917 do “The Sault Daily Star”, jornal de Ontário, Canadá. O artigo contava uma breve história sobre jovens da cidade que haviam comemorado o Halloween na noite anterior. “”Doces ou travessuras’, você podia ouvir as gangues gritando”, dizia o texto. A descoberta foi feita pelo etimologista [quem estuda a origem das palavras] americano Barry Popik.

Como começou a tradição de pedir doces nas portas?
Uma versão diz que, na Inglaterra do século XVI, pobres batiam nas portas das casas no Dia de Finados para pedir comida e esse costume acabou herdado pelas crianças. Na época, era comum dar a elas bolos com cruzes no topo, os chamados “bolos de alma”, em troca de orações. Da Inglaterra, foi levada para os Estados Unidos. Mas há quem defenda que a expressão “doces ou travessuras” seja uma tradição mais recente, que pode ter sido inspirada numa lenda natalina..

Qual é essa lenda natalina?
Havia uma figura de Natal popular nos séculos 18 e 19, chamado Belsnickel. A lenda nasceu na Alemanha, mas chegou a algumas regiões dos Estados Unidos e do Canadá. Grupos de pessoas fantasiadas iam de casa em casa para fazer pequenos truques em troca de comida e bebida. Uma fantasia comum era de Belsnickel – um homem que usa peles de animais por cima de roupas esfarrapadas e uma máscara com língua comprida. Carregava também um bastão na mão para bater em crianças travessas e os bolos cheios de doces para as crianças bem comportadas. Crianças pequenas morriam de medo dessas figuras. Outros pesquisadores sustentam que aqueles que não conseguissem descobrir as identidades dos foliões disfarçados deveriam lhes dar comida. .

Quais são as travessuras se não houver gostosuras?
No século XIX, as ”travessuras” – tipo bater janelas, desmontar equipamentos ou jogar objetos no telhado – eram muitas vezes feitas às escondidas para parecer que eram obras de forças sobrenaturais. Algumas pessoas passaram a oferecer mesmo doces como forma de proteger suas casas de brincalhões. Algumas pessoas ficavam bravas, reagiam e tinha gente que saía machucada. Foi por causa disso que as antigas travessuras de Halloween praticamente desapareceram. As crianças só queriam saber de doces e acabou sendo criado um código para a noite de 31 de outubro. Os donos das casas com as luzes acesas tinham guloseimas para oferecer. Aqueles que não queriam ser incomodados mantinham as luzes apagadas.

Como a frase virou símbolo de Halloween entre as crianças?
Houve um marco. Foi uma história em quadrinhos da turma do Charlie Brown e Snoopy, do americano Charles Schulz, publicada justamente em 31 de outubro de 1965. A personagem Lucy bate em várias portas, repetindo a frase “Tricks or Treats!”. Aí ninguém segurou mais a criançada. Gostosuras ou Travessuras?