24 de outubro de 1960
Uma plataforma de lançamento no Cazaquistão explodiu e matou 91 pessoas. Entre as vítimas estavam 40 cientistas espaciais soviéticos.

27 de janeiro de 1967
Os astronautas Virgil Grissom, Edward White e Roger Chaffee morreram no incêndio da nave Apollo 1.

24 de abril de 1967
A nave Soyuz 1 caiu durante a aterrisagem. Seu piloto, o russo Vladimir Komarov, morreu.

21 de fevereiro de 1969
Sessenta e seis segundos depois de decolar, o foguete do projeto lunar soviético caiu sobre uma cidade. Trezentas e cinqüenta pessoas morreram.

30 de junho de 1971
A despressurização da Soyuz T-11 matou seus tripulantes (George Dobrovolsky, Vladislav Volkov e Viktor Patsayev). A tripulação estava em um laboratório orbital há 24 dias.

18 de março de 1980
O propulsor do Cosmódromo Plesetsk (ex-URSS) explodiu durante seu carregamento e matou 50 técnicos em estavam no local.

28 de janeiro de 1986
O ônibus espacial Challenger explodiu 73 segundos após decolar de Cabo Canaveral, nos Estados Unidos. Todos os 7 tripulantes morreram.

7 de setembro de 1990
Parte de um foguete norte-americano caiu de uma plataforma na Base da Força Aérea Edwards (EUA). A explosão matou uma pessoa.

1 de Fevereiro de 2003
O Columbia, primeiro ônibus especial da Nasa (agência espacial dos Estados Unidos), explodiu depois de reentrar a órbita terrestre. Havia sete pessoas a bordo.

22 de agosto de 2003
A explosão do foguete VLS-1, primeiro de fabricação brasileira, tirou a vida de 16 técnicos do Centro Técnico Aeroespacial em Alcântara (MA). Ele pesava 50 toneladas e tinha a altura de um prédio de 6 andares. Deveria levar ao espaço o satélite SCD-2ª, construído pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) para a coleta de dados meteorológicos.