Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Comendo bichos estranhos

9 de agosto de 2008

De tanto ver reportagens sobre a feirinha da Rua Wangfujing, fiquei com a sensação de que iria encontrar apenas barracas e mais barracas com espetinhos de bichos estranhos. Não é bem assim. A Rua Wangfujing fica no centro de Pequim. As barracas ficam enfileiradas num trecho de 800 metros. Elas funcionam à noite e atraem chineses, turistas e muitos répórteres.

Há uma porção de tipos de comida típicas, como um arroz servido dentro de um abacaxi. É possível comer também espetinhos de frango, de carneiro, de porco, de camarão. Havia avestruz e cervo.
O que mais chama a atenção, claro, são os bichos esquisitos. Mas eles estão em oito ou nove bancas, não mais que isso.
A caminho de lá, eu estava cheio de coragem. Fazia planos de experimentar vários deles. Só que, ao vivo, o bicho pega. Testículo de carneiro? Tô fora! Alguns eram o próprio circo dos horrores, como o espeto de “cachorro do mar”. Parecia um pequeno morcego sem asas… Também não tive coragem de chegar perto das centopéias e das cobras.


Durante a reportagem, encontrei um grupo de brasileiros. Um deles, o Ricardo, estava decidido a experimentar vários espetinhos. Já tinha comido o de cavalo-marinho e agora estava parado diante dos escorpiões. Comprou um de escorpiões pequenos (com três) e outro com dois escorpiões pretos enormes. Os escorpiões pequenos custavam 15 yuans (R$ 3,75) e o grande, 50 yuans (R$ 12,50). Ele me oferecei e eu aceitei um pedaço do escorpião grande. Tinha gosto de pipoca, juro! Não foi difícil mastigar. Mas estava duro de engolir. Tive que empurrar com muita água.

O Caio Salles, repórter cinematográfico que está me acompanhando, preferiu encarar uma estrela-do-mar. Pagou 15 yuans por uma. Os bichos são fritos na hora. Ele garante que ficou mais assustado com a cor do óleo do que com o bicho. Caio ameaçou dar uma dentada na estrela, mas foi alertado que ela deveria ser descascada. O que se come é o interior dela. Aproveitei para experimentar um pouquinho. Gosto de areia.

Saímos correndo de lá e fomos comer pizza. Um santo antídoto!

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Por que o céu é azul?

Por que o céu é azul?

A razão pela qual o céu é azul está relacionado em como a luz do sol é espalhada pelas moléculas que nós temos na nossa atmosfera. Na verdade, a luz do sol tem vários comprimentos de onda, tem várias cores, então a emissão do sol é emissão em banda larga com várias...

A profissão de secretária

A profissão de secretária

A palavra “secretária” vem do latim e deriva dos seguintes termos: Secretarium e secretum (retiro, lugar retirado); Secreta (particular, segredo). A ideia é que as secretárias sejam pessoas que guardem segredos. Os primeiros registros da profissão de que se tem...

10 hóspedes terríveis

10 hóspedes terríveis

1. Amy Winehouse A cantora inglesa deixou o quarto do Riverbank Plaza Hotel, de Londres, cheio de garrafas e cigarros espalhados. Nos estofados, manchas de licor. No banheiro, sujeira de tinta de cabelo preta.2. Salvador Dali O pintor espanhol deu trabalho aos...

10 Comentários

10 Comentários

  1. carol

    e a pizza é boa? iguais as de São Paulo?

    Responder
  2. Marcelo Duarte

    Não, as pizzas são iguais às americanas. Molho com gosto de ketchup.

    Responder
  3. Lúcio micheli Brito

    Oh! Caio Salles como é a vida deles ai na China.Seria tudo normal como é aqui no Brasil?
    Um Feliz dia dos país para vc meu amigo isto se vc já for pai cara!
    Abraços de seu amigo Lúcio Micheli Brito.

    Responder
  4. Antonio Mier

    …depois desse indigesto passeio pela feirinha (800 metros !!!) , não sei se conseguiria comer uma suculenta pizza. A propósito, a pizza era de que ?

    Responder
  5. Marcus

    Marcelo, vi que vc gosta mesmo de uma boa gastronomia,rsrsrs, brincadeira a parte, sempre acompanho suas dicas de diversão gastronomica que faz para o caderno especial do jornal JT, e em uma destas suas dicas vc falou sobre um restaurante argentino que é frequentado por um diretor da editora abril, ou será globo, bem naum importa, o que interessa que eu gostaria de ir até lá, mas pegaram meu guia que vem no jornal e naum sei mais o endereço, só me lembro que ele fica na região do Itaim, por favor me ajude, pois já faz uns 02 anos que estou aprocura deste restaurante, um grande abraço.

    Responder
  6. Marcelo Duarte

    Oi, Marcus! Obrigado pelo comentário! Não lembro agora o nome do restaurante. Sei qual é, mas o nome me fugiu. Será que você pode voltar a me escrever depois do dia 5/9? Arrumo o endereço, com o maior prazer. Abraços!

    Responder
  7. Rodrigo Ferraz

    Caro Marcelo Duarte,
    Falei que comeria certas coisas ,mas estás de fato eu não encararia e ficaria com a Pizza. (risos).
    Grande abraço,
    Rodrigo Ferraz
    http://rodrigoferrazrtv.blogspot.com/

    Responder
  8. Ivanete

    Oi marcelo
    Eu gostaria de provar um pedaçinho de cada churrasquinho desses, só para matar a curiosidade. Você deveria ter provado o de cobra. Deve ser bom.

    Responder
  9. Marcelo Duarte

    Não perca os próximos capítulos desse blog… Você terá uma surpresa a respeito de carne de cobra!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This