BRASIL NA ANTÁRTIDA

  • O navio Prof. W. Besnard foi o primeiro navio brasileiro de pesquisa a alcançar o continente Antártido. O nome da embarcação, que veio da Noruega em 1967, foi uma homenagem ao francês Wladimir Besnard, fundador do Instituto Oceanográfico da USP. E mesmo não sendo originalmente uma embarcação polar, transportou, em 1982, a primeira expedição brasileira à Antártida. As pesquisas possibilitaram ao Brasil ingressar no seleto Conselho Consultivo do Tratado da Antártida.
  • No verão de 1988, com o eixo do motor quebrado, o navio escapou de um naufrágio no perigosíssimo Estreito de Drake, no Pólo Sul.
  • Em 1982, o Brasil instalou a sua base, a Estação Comandante Ferraz, com capacidade para 52 pesquisadores. Existem 80 bases, de 26 países, na Antártida. Só os países que construíram estações de pesquisas no continente até 1992 poderão, no futuro, pleitear direitos territoriais.