Pequim já tem várias garagens subterrâneas. A cada minuto, dez novos carros são registrados na China. Nas regiões mais antigas da Cidade, porém, estacionar ainda é uma dificuldade. Os motoristas acabam parando em qualquer lugarzinho que encontram. O curioso é que há sempre nesses lugares um guardinha uniformizado para cobrar a conta. No centro, o estacionamento custa 5 yuans (R$ 1,25), enquanto que nos bairros ele sai por 2 yuans (R$0,50). Todos os guardinhas andam com maços de dinheiro e um bloquinho para passar o recibo. Melhor e mais honesto que os nossos infernais flanelinhas.