1968
Em maio, a explosão de um torpedo transportado por um submarino nuclear americano matou 99 pessoas. O Scorpion estava a sudeste do Arquipélago dos Açores, no Oceano Atlântico.

1970
O submarino francês Eurydike, movido a diesel, afundou na Costa de Saint Tropez, no Mar Mediterrâneo. A explosão aconteceu em março e matou seus 57 tripulantes.

Um incêndio no submarino nuclear soviético K-8 provocou a morte de 88 tripulantes. O acidente aconteceu em Abril, perto da costa da Espanha, na Baía de Bizcaya.

1983
Em junho, um submarino nuclear soviético afundou perto da Península de Kamchatka, no Pacífico Sul. Um furo no tubo lança torpedos causou a morte dos 900 tripulantes do K-42.

2000
A detonação acidental de torpedos causou a morte de 118 homens a bordo de um submarino nuclear russo. O Kursk afundou no Mar de Barents.

2003
Durante uma missão de treinamento no Mar Amarelo, 70 marinheiros chineses morreram em um submarino. O acidente aconteceu porque as baterias da embarcação filtraram um ácido que, ao se misturar com a água salgada, acabou criando um gás tóxico que asfixiou a tripulação.

2008
O acidente ocorreu no Mar do Japão. Vinte pessoas a bordo do submarino K-152 “Nerpa” morreram asfixiadas depois de inalar o gás freon, liberado pelo sistema de incêndio, ativado por engano.

2013
O submarino militar “INS Sindhurshak” foi destruído por uma explosão no estaleiro de Bombaim (oeste da Índia) em que estava estacionado, não deixando sobreviventes entre os 18 marinheiros que estavam a bordo.

Leia também:
A origem do Dia do Submarinista (17/07)
Como um submarino consegue ficar debaixo da água?