galinho de barcelos

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O “Galinho de Barcelos” é uma lembrança tipicamente portuguesa, originária da cidade de Barcelos, no norte do país. O galo original é feito de cerâmica, com crista vermelha e corpo preto, decorado com corações vermelhos e miçangas coloridas. Acredita-se que o galinho traz sorte, desde que tenha sido um presente. A tradição do galinho vem de uma lenda medieval. Segundo ela, a vila de Barcelos estava sendo aterrorizada por uma onda de crimes. Um forasteiro de passagem pelo povoado logo se tornou o principal suspeito. Embora jurasse inocência e dissesse que estava a caminho de Santiago de Compostela, foi considerado culpado e condenado à forca. Seu último pedido, porém, foi fazer sua última refeição na casa do juiz que assinara a sentença. Durante o jantar, o peregrino apontou para o galo assado sobre a mesa e sentenciou: “É tão certo eu ser inocente quanto é certo esse galo cantar quando me enforcarem.” A cena provocou risadas, mas nenhum dos presentes teve coragem de comer o galo. No dia seguinte, assim que o homem foi levado à forca, o galo assado levantou-se e começou a cantar. Salvo pelo milagre, o forasteiro seguiu seu caminho. Os “galinhos de Barcelos” tornaram-se tradição.