Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre o Chaves

6 de agosto de 2020
  1. A série humorística “Chaves” foi criada pelo ator, diretor e produtor mexicano Roberto Gómez Bolaños em meados da década de 70. O garoto de 8 anos, órfão e fã de sanduíche de presunto, porém, nasceu em 1971 no programa “El Chavo Del Ocho” e apareceu alguns anos antes, em “Chespirito”, um outro programa humorístico de Bolaños transmitido pela mexicana Televisa. Ao lado de Chapolin, ele era um dos personagens mais populares do programa e por isso ganhou um seriado só seu.
  2. O nome original do programa é “El chavo del ocho”. “Chavo”, no México, é uma gíria para “moleque”. Na série, nunca mencionam seu nome verdadeiro, que se tornou um segredo. Toda vez que ele vai revelá-lo, algum barulho alto o impede. No Brasil, preferiram batizá-lo de Chaves mesmo.
  3. Em algumas ocasiões durante a série, Chaves admite para os amigos que não mora no barril, mas na casa número 8 da vila. Por isso, o nome do show.
  4. O criador, Roberto Gómez Bolaños, diz no livro O diário do Chaves que o personagem fugiu de um orfanato e encontrou a vila. Lá, uma mulher muito idosa que vivia na casa 8 o abrigou. Após a morte dela, Chaves foi despejado e passou a viver no barril, mas continuou dizendo que morava no 8.
  5. Em pouco tempo, “Chaves” se tornou sinônimo de sucesso e grande audiência na América Latina e na Espanha. Trinta países transmitiam as aventuras do menino e seus amigos. No Brasil, elas começaram a ser exibidas em 1984 e foram reprisadas inúmeras vezes pela rede SBT.
  6. O comediante Roberto Gómez Bolaños Cacho nasceu no dia 21 de fevereiro de 1929 , na Cidade do México. Sua mãe era secretária e seu pai, artista plástico. Antes de se tornar ator, Roberto foi boxeador.
  7. “Chespirito” é uma derivação de “pequeno Shakespeare”, em espanhol. Esse era o apelido Roberto Bolaños, dado pelo diretor de teatro Augustín P. Delgado. O motivo? Sua baixa estatura: Bolaños mede apenas 1,60 metro.
  8. Bolaños teve seis filhos no primeiro casamento (um menino e cinco meninas). Ele e Graciela Fernandéz Pierre ficaram casados entre 1956 e 1977. Também em 1977, ele começou a namorar Florinda Meza García, a Dona Florinda. O casal oficializou a união apenas em 2004. Ela contou que os dois não tiveram filhos porque Bolaños fez uma vasectomia irreversível depois do sexto filho.
  9. Florinda Meza García, a Dona Florinda, assina diversos roteiros de novela, entre elas “Amor e Ódio”, que já foi transmitida no Brasil pelo SBT.
  10. Antes de trocar aliança com Bolaños, Florinda teve um caso com Carlos Villagrán, o Quico. Há comentários de que ele decidiu abandonar o programa por causa do triângulo amoroso. Villagrán desmente e alega ter saído para tentar uma carreira solo. A verdade é que o ator e Bolaños permaneceram 20 anos sem falar um com o outro.
  11. Em 2003, Bolaños lançou o livro “…Y También Poemas.” Segundo sua esposa, em 43 anos escrevendo, o ator encheu 63 mil folhas de papel (o que equivale a 2,4 milhões de linhas e a 168 milhões de letras).
  12. Roberto Bolaños foi fumante por 40 anos. Seu companheiro de elenco, o ator Ramón Gómez Valdez y Casillo (Seu Madruga), morreu em 9 de agosto de 1988, de câncer no pulmão. Seis anos depois, Angeline Fernández (Bruxa do 71) faleceu vítima do mesmo mal. O próprio Bolaños (Chaves), Raúl Padilla (Jaiminho), Horacio Gómez Bolaños (Godínez) e Rúben Aguirre (Professor Girafales) são os outros atores já falecidos.
  13. “Este é o programa nº 1 da televisão humorística!”. Esta frase, que aparecia na abertura original do seriado, era dita pelo marido da atriz Maria Antonieta de Las Nieves, a Chiquinha. Ela e Bolaños brigaram depois que a atriz registrou em seu nome a personagem sem pedir autorização. O ator entrou com um processo na justiça para reaver os direitos sobre sua criação e os dois passaram a trocar ofensas públicas.
  14. Em 2005, foi lançado o livro “Chaves – Foi sem querer querendo?”, um projeto de conclusão de curso dos estudantes de jornalismo Luís Joly, Fernando Thuler e Paulo Franco. O livro traz informações detalhadas sobre os personagens, atores e dubladores, frases famosas e curiosidades, e ficou na lista dos mais vendidos.
  15. Seu Madroga prendeu Quico em uma caixa. Não, não é erro de grafia! Existiu mesmo um personagem chamado Seu Madroga, que era primo do Seu Madruga. O nome original, Don Roman, também era parecido com o do primo famoso (Don Ramón). Ele apareceu em apenas um episódio (“Seu Madroga, o primo do Seu Madruga”) para substituir o ator Ramón Valdez, que estava com problemas de saúde.
  16. A série Chaves foi lançada em DVD em 11 de novembro de 2005. A caixa vem também com episódios de Chapolin e Chespirito. No Brasil, as histórias vem com dublagem em português.
  17. “Nunca estive ligado ao narcotráfico, em nenhuma de suas formas, nem fui amigo pessoal de nenhum narcotraficante, nem participei de negócios provenientes de tal indústria criminosa, nem direta nem indiretamente” respondeu Roberto Bolaños em 2008, depois que o filho do ex-líder de um cartel de narcotraficantes na Colômbia declarou que o comediante participava das festas promovidas pela organização criminosa.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

O dia em que o Capitão 7 disse não a Assis Chateaubriand

O dia em que o Capitão 7 disse não a Assis Chateaubriand

O Capitão 7, como o nome e o número sugeriam, foi criado na TV Record Canal 7, em 1954, mesmo ano em que a TV Tupi Canal 3 lançou o Falcão Negro. O Capitão 7 era interpretado pelo ator Ayres Campos. As suas aventuras tinham uma pegada ligada às histórias de ficção...

O “mendigo da praça”: um personagem, dois atores

O “mendigo da praça”: um personagem, dois atores

Zé Bonitinho, que era o perigote das mulheres, surgiu na TV brasileira no finalzinho dos anos 1950. Foi criado pelo próprio Loredo para a TV Rio e inicialmente escrito pelo Chico Anysio. Pouca gente se lembra (ou sabe) que Jorge Loredo interpretou vários outros...

2 Comentários

2 Comentários

  1. Adriana

    Bolanos não teve filhos com Florinda Mesa. Os Filhos dele é do casamento anterior

    Responder
    • Beatriz Duarte

      Obrigado por nos alertar, já fizemos a correção 🙂

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This