Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 curiosidades sobre a Vila Sésamo

24 de abril de 2019
  1. O programa Vila Sésamo chegou ao Brasil trazido pela TV Cultura em co-produção com a Rede Globo. Ele ficou no ar de 1972 a 1976.
  2. Seu elenco era formado por Sônia Braga, Aracy Balabanian, Flávio Galvão, Armando Bógus e Manoel Inocência. As músicas da trilha levavam assinatura de Marcos e Paulo Sérgio Valle.
  3. O formato é uma criação da empresa Sesame Workshop, que obriga a todos os países responsáveis pela exibição do programa a seguir um manual com os princípios da fundação. Esse artifício permite a fiscalização e manutenção das características pedagógicas.
  4. Em países mais pobres, a Sesame costuma bancar os custos da produção.
  5. A cabeça da fantasia de Garibaldo era feita com uma estrutura de vime indiano coberta de pontas de plumas de avestruz. Em inglês, o personagem se chamava Big Bird.
  6. Havia uma cláusula no contrato da Sesame com a TV Cultura que proibia a veiculação de qualquer comercial cinco minutos antes e depois da exibição do programa.
  7. No Brasil, o personagem Garibaldo era interpretado pelo ator Laerte Morrone. Como sua cabeça ficava tapada pela malha da fantasia, ele se movimentava com a ajuda dos amigos. Muitas vezes, porém, perdia o rumo e trombava com as paredes do estúdio. Morrone morreu em 05 de abril de 2005, aos 70 anos, vítima de embolia pulmonar.
  8. A trilha sonora do programa Vila Sésamo já foi usada como método de tortura na prisão americana de Guantánamo. Ouvir músicas em volume alto e repetidamente causa transtornos que deixam o preso mais propício à confissão.
  9. Em 1990, Jim Henson, o criador da Vila Sésamo, morreu repentinamente vítima de uma pneumonia. A cerimônia do velório contou com a presença de personagens da Vila Sésamo de dos Muppets, suas mais famosas criações. Nenhum dos presentes vestiu-se de preto, atendendo a um pedido do próprio Jim Henson.
  10. A série de fantoches foi exportada para diversos países do mundo. Chegou na África do Sul e na Nigéria em 2002, sob o nome de “Takalani Sesame”. Na versão africana, foi adicionada a personagem Kami, uma ave amarela portadora do vírus HIV, contraído depois de uma transfusão de sangue. Foi uma estratégia do governo local, aproveitando o sucesso da série, para educar as crianças quanto às formas de prevenção da Aids.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Os 50 anos do “Manual do Escoteiro Mirim” no Brasil

Os 50 anos do “Manual do Escoteiro Mirim” no Brasil

A Editora Abril lançou no Brasil o primeiro "Manual do Escoteiro Mirim" em julho de 1971. A edição de capa dura, com 13cm x 19,5cm, tinha um total de 264 páginas. A edição original - "Manuale delle Giovani Marmotte" - tinha sido publicada na Itália pela Editora...

Caubóis e dinossauros no Vale de Gwangi

Caubóis e dinossauros no Vale de Gwangi

Em 1969, Jim O'connolly dirigiu o filme “O Vale de Gwangi”. Ambientado no final do século XIX, no novo México, “O Vale de Gwangi" colocou, lado a lado, caubóis e dinossauros! O filme é estrelado por James Franciscus, que vive o papel do vigarista Tuck Kirby. O vilão...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This