1. Sucesso da música disco, o Village People foi formado em 1977 pelo produtor musical Jacques Morali. O conceito do Village People – uma banda de cantores e dançarinos masculinos apresentando canções bem-humoradas sobre o universo gay – surgiu depois que Morali assistiu à apresentação de um grupo de dançarinos no “Les Mouches”, uma boate GLS no bairro nova-iorquino do Greenwich Village. VILLAGE PEOPLE
  2. A formação original do Village People contava com 6 integrantes – todos representantes de estereótipos gays: Alex Briley (Marinheiro/Militar); David Hodo (Trabalhador da Construção Civil); Glenn Hughes (Motoqueiro); Randy Jones (Caubói); Felipe Rose (Índio) e Victor Willis (Policial).
  3. O Motoqueiro, Glenn Hughes, entrou na banda depois de ser desafiado por amigos a responder ao anúncio “Procura-se cantores-dançarinos gays bem-apessoados e com bigode”.
  4. O Village People estrelou o filme autobiográfico “Can’t Stop the Music” (1980). A produção foi a primeira a “vencer” o prêmio Framboesa de Ouro de Pior Filme.
  5. Glenn Hughes morreu no dia 4 de março de 2001, aos 50 anos, de câncer de pulmão. Atendendo a seus próprios pedidos, Hughes foi enterrado vestindo a eterna roupa de couro de motoqueiro.
  6. Em 2004, o então Secretário de Estado norte-americano, Colin Powell, cantou uma versão karaokê de “YMCA” em uma cerimônia oficial.
  7. Victor Willis, o Policial, heterossexual e principal compositor da banda, era filho de um pastor protestante. Dependente químico, foi preso diversas vezes por porte de drogas e de armas. Em 2006, Willis concordou com a internação na famosa clínica Betty Ford de reabilitação.
  8. Felipe Rose fazia parte do grupo de dançarinos que inspiraram Jacques Morali a criar o Village People. Seu pai era realmente descendente de índios sioux e sua mãe, uma dançarina porto-riquenha,  era Testemunha de Jeová.
  9. No auge do sucesso, o Village People fazia em média 280 shows por ano. No início da carreira, Madonna chegou a fazer a abertura de alguns shows do Village People.
  10. Jacques Morali, criador do Village People, morreu em 15 de novembro de 1991, em decorrência da Aids.