Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Um peixe de água salgada vive na água doce? E um peixe de água doce vive na água salgada?

4 de agosto de 2020

Não. Os líquidos que circulam no corpo do peixe de água salgada têm aproximadamente a mesma quantidade de sais da água do mar. Se o peixe for colocado em água doce, a concentração de líquidos do seu corpo será maior que a do ambiente. O peixe absorverá água e não terá como eliminá-la, porque seu rim é pouco desenvolvido. Ele inchará e poderá explodir. Agora, se um peixe de água doce for colocado no mar, a concentração de líquidos do seu corpo será bem menor que a da água, e ele perderá líquido até ficar desidratado.

Leia também:
Os peixes têm ossos?
Os peixes bebem água?
Os peixes dormem?
Os peixes fazem xixi?
O peixe sente dor quando é fisgado pelo anzol?

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Por que a abelha morre ao picar uma pessoa?

Por que a abelha morre ao picar uma pessoa?

As espécies nativas ou brasileiras, como jataí, mandaçaia e arapuá, não possuem ferrão e, portanto, não oferecem perigo. Já as européias, que posteriormente foram cruzadas com as africanas e hoje recebem o nome de "africanizadas", são muito perigosas! Algumas delas...

Roupinhas de “Round 6” para cães e gatos

Roupinhas de “Round 6” para cães e gatos

A loucura que tem sido o sucesso de "Round 6" ("Squid Game", no original), série sul-coreana exibida pela Netflix, chegou ao mundo pet. A Canis Club, marca de roupas para animais de estimação de Hong Kong, saiu na frente. Lançou as indumentárias verdes dos...

Como saber se uma aranha é venenosa?

Como saber se uma aranha é venenosa?

Todas as espécies de aranhas têm veneno. Elas são caçadoras, principalmente de insetos, e usam o veneno para capturá-los. Entre as milhares de aranhas do mundo, apenas algumas têm veneno forte o suficiente para causar algum dano aos humanos. E, ao contrário do que...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This