Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 répteis curiosos

24 de abril de 2019

1. Camaleão
A capacidade do camaleão de mudar de cor é a camuflagem que usa para enganar suas vítimas. Eles também trocam de cor de acordo com seu humor, luz e temperatura ambiente, ou também para atrair parceiros. Não existe cor que ele não possa imitar. A camada exterior de pele do camaleão é transparente. A camada inferior tem diferentes pigmentos, que refletem vários comprimentos de onda de luz. A língua do camaleão, de 30 centímetros, é uma das mais rápidas do reino animal: em cerca de 1 centésimo de segundo, ela salta da boca para capturar insetos. Ela é mais comprida que seu próprio corpo.

2. Jabuti
Durante a evolução, o jabuti se adaptou a andar devagar. Seu casco lhe dá a proteção contra os inimigos naturais.

3. Tuatara 
O réptil tuatara, que já existia na Terra há milhões de anos antes dos humanos, só pode ser encontrado em algumas regiões da Nova Zelândia. Ele demora cerca de um ano para chocar seus ovos.

4. Lagarto
Apesar de respirarem pelos pulmões, os lagartos conseguem ficar até 30 minutos debaixo d’água. E seus “superpoderes” não param por aí. Eles são capazes de correr 4,5 metros na superfície da água, até afundarem e exibirem suas habilidades de nadador. Os lagartos moram nas florestas tropicais da América Latina.

5. Dragão de Komodo
É o maior lagarto da Terra, com 3,5 metros de comprimento e 125 quilos. É o bicho cuja aparência mais lembra os extintos dinossauros. Eles vivem em ilhas da Indonésia e se alimentam de macacos, porcos, cervos, cobras, veados e javalis. Há apenas cerca de cinco mil desses animais ainda habitando o planeta.

6. Lagartixa
Na Amazônia, pode ser encontrada a maior espécie de lagartixa: chamada de “briba” ou “osga”, ela chega a ter 18 cm de comprimento. A lagartixa tem uma gestação de quase dois meses, e gera apenas dois ovos de cada vez. O ovo da lagartixa tem parede de 1 centímetro de diâmetro e sua casca é durinha. Não existem espécies venenosas de lagartixa. Inofensivas, elas nos ajudam a ficar livres dos insetos. A lagartixa usa seu rabo para se defender: ela solta a cauda e, enquanto o predador se distrai, ela aproveita para fugir.

7. Lagarto de Cabeça Chata de Mwanza
O réptil originário da região subsaariana parece um sósia do Homem Aranha. Metade de seu corpo é vermelho e a outra metade, azul, semelhante à roupa do super-herói.

8. Anolis verde
Como os camaleões, estes répteis também mudam de cor. Eles se alimentam basicamente de grilos, aranhas e moscas. Natural da América do Norte, é um réptil geralmente vendido como animal de estimação.

9. Dragão barbudo
O dragão barbudo é o réptil que mais se adapta à convivência com o homem, sendo muito vendido como animal de estimação. Tem uma zona de escamas mais escuras em volta do pescoço – daí o apelido de “barbudo”.

10. Osga
É um réptil pequeno, de anatomia semelhante à do lagarto. Vive em troncos de árvores ou em paredes de prédios velhos. Alimenta-se de insetos e não suporta o clima frio.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Quantos tiranossauros rex habitaram a Terra?

Quantos tiranossauros rex habitaram a Terra?

O número é impressionante: 2,5 bilhões de tiranossauros rex viveram na Terra ao longo de 2,4 milhões de anos (eles habitaram a Terra entre 68 milhões e 66 milhões de anos atrás). A estimativa foi feitas por uma equipe da Universidade da Califórnia, liderada por...

Quem dá nome aos dinossauros?

Quem dá nome aos dinossauros?

Os nomes dos dinossauros parecem estranhos, mas cada um desses répteis antigos possui um motivo para ter sido batizado da forma como foi. Pode ser uma característica física, uma referência à pessoa que o descobriu ou que pesquisou seus fósseis, e até mesmo o lugar em...

Qual a diferença entre crocodilo e jacaré?

Qual a diferença entre crocodilo e jacaré?

  Falando em termos exclusivamente biológicos, jacarés e crocodilos não são espécies de animais, mas sim famílias de várias espécies. Ambos pertencem ao reino animalia, ao filo chordata, à classe Reptilia e à ordem Crocodylia. A diferença vai aparecer somente lá...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This