Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Vale dos dinossauros

24 de abril de 2019

 

Aquelas pegadas de iguanodonte encontradas em 1897 pelo agricultor Anísio Fausto da Silva, em Sousa (PB), revelaram as primeiras pistas de uma região que é conhecida como Vale dos Dinossauros. Numa área de 700 quilômetros quadrados, abrangendo treze cidades, há trilhas de pegadas de 5 a 40 centímetros de largura, que teriam pertencido tanto a dinossauros herbívoros como a carnívoros. São pelo menos 300 mas menos de 30 foram identificadas. “O maior conjunto de pistas e pegadas já estudados no Brasil encontra-se nas rochas da bacia de Sousa”, afirmou o paleontólogo Ismar de Souza Carvalho, da UFRJ, em um artigo acadêmico de 1995. Como a região era alagada, os rastros ficavam impressos na lama. Mas, por culpa da erosão, da presença de animais e do desinteresse do governo em preservar esse patrimônio, as pegadas estão sumindo.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

10 curiosidades sobre dinossauros

10 curiosidades sobre dinossauros

1. Há 200 milhões de anos, o território que abrange as regiões sul, sudeste e centro-oeste do Brasil era um imenso deserto. Estendia-se até a Argentina e fazia parte da Pangeia, o único e primitivo continente que compunha...

10 curiosidades sobre fósseis

10 curiosidades sobre fósseis

1. O sonho de todo paleontólogo deve ser um só: tropeçar por aí com um punhado de fósseis de dinossauros jamais conhecidos e identificar uma nova espécie. Se esses cientistas têm de contar com uma boa dose de sorte no...

Abelissauro (SP e MG)

Abelissauro (SP e MG)

  Predador bípede de grande porte (7 metros de comprimento por 5 de altura de altura), também se assemelhava com o temível T. rex. "Como sua anatomia era grande, não conseguia correr e acabava se alimentando de animais mortos", afirma Reinaldo Bertini, que...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This