VALE DOS DINOSSAUROS PARAIBANO Aquelas pegadas de iguanodonte encontradas em 1897 pelo agricultor Anísio Fausto da Silva, em Sousa (PB), revelaram as primeiras pistas de uma região que é conhecida como Vale dos Dinossauros. Numa área de 700 quilômetros quadrados, abrangendo treze cidades, há trilhas de pegadas de 5 a 40 centímetros de largura, que teriam pertencido tanto a dinossauros herbívoros como a carnívoros. São pelo menos 300 mas menos de 30 foram identificadas. “O maior conjunto de pistas e pegadas já estudados no Brasil encontra-se nas rochas da bacia de Sousa”, afirmou o paleontólogo Ismar de Souza Carvalho, da UFRJ, em um artigo acadêmico de 1995. Como a região era alagada, os rastros ficavam impressos na lama. Mas, por culpa da erosão, da presença de animais e do desinteresse do governo em preservar esse patrimônio, as pegadas estão sumindo.