VITÓRIA

1. O clube foi fundado por 19 garotos baianos que haviam estudado em Londres (Inglaterra). Na época, o esporte mais praticado pela aristocracia de Salvador (BA) era o críquete. Para não entrar em conflito com seus pais, os rapazes instituíram em maio de 1899 o Club de Cricket Victoria. Mas, na verdade, estavam mesmo dispostos a treinar futebol.

2. O nome mudou para Esporte Clube Vitória em 1901.

3. O Vitória liderou a criação da Liga Baiana de Futebol, fundada em 1905.

4. O clube resistiu por bastante tempo ao profissionalismo, permanecendo amador até 1952. Por isso, ficou sem títulos estaduais de 1910 a 1952.

5. Em 1953, já profissional, o clube foi campeão estadual. Foi o primeiro Campeonato Baiano decidido no estádio da Fonte Nova.

6. O Vitória também foi o primeiro campeão estadual da Arena da Fonte Nova, reerguida para a Copa do Mundo de 2014. Foi em 2013, derrotando o rival Bahia na decisão.

7. Em 1964 o Vitória foi campeão do primeiro turno do Campeonato Baiano. Um jornalista, que revelou que o clube havia escalado jogadores irregulares, teria sido agredido por um dirigente do clube e, a partir daí, a imprensa resolveu boicotar o Vitória. Por isso, praticamente não existem registros nos jornais baianos sobre o bicampeonato de 1964/1965.

8. O Vitória é chamado de “Nêgo” por acaso. Em 1981, o clube perdia por 1 x 0 para o Grêmio e uma torcida organizada começou a gritar “Leão” para incentivar o time. O resto do estádio, porém, entendeu “Nêgo” e assim gritou. Pegou.

9. O melhor resultado do Vitória no Campeonato Brasileiro foi um vice-campeonato em 1993. O time perdeu a final para o Palmeiras.

10. O Vitória é o único time da Bahia a ter jogado uma final da Copa do Brasil. Foi em 2010, perdendo para o Santos de Neymar.

11. Um dos grandes orgulhos do Vitória é suas categorias de base. Foram 21 títulos internacionais entre 1995 e 2000.

12. Dentre os grandes jogadores revelados pelo Vitória estão Dida, Fábio Costa, Alex Silva, Júnior, Vampeta, Paulo Isidoro, Bebeto e Obina.

13. Coube ao Vitória também revelar para o Brasil o talento do sérvio Petkovic, que faria história no futebol carioca jogando por Flamengo, Vasco e Fluminense.

14. O estádio do clube, o Barradão, se chama Manoel Barradas em homenagem ao responsável pelas obras.

15. O hino do Vitória é relativamente recente: foi lançado em 1985.

16. 2004 foi o ano mais frustrante da história do Vitória: o clube contratou grandes jogadores como Edílson e Vampeta, foi campeão baiano, chegou a liderar o Brasileirão, mas acabou rebaixado para a Série B no fim do torneio.

17. Segundo pesquisas de institutos especializados, a torcida do Vitória apresentou um crescimento considerável no século XXI, sobretudo entre os mais jovens.

18. Apesar de ser uma década complicada a nível nacional, com o time chegando a disputar a Série C, o Vitória passou pelos anos 2000 com várias conquistas. Apenas em 2001 o time não ganhou nenhum título.

19. Em 2012, o Vitória descoloriu as quatro faixas vermelhas de sua camisas. Ao longo da temporada, as listras vermelhas reapareceram (primeiro uma, depois duas, depois três e por fim as quatro) à medida que o estoque de sangue da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia foi aumentando. A ideia era incentivar os torcedores do clube a doar sangue. A Fundação registrou um aumento de 51% no volume das doações durante a campanha.

20. Em 2015, a campanha foi pela doação de órgãos. Os jogadores reservas não tinham escudo em suas camisas. Quando havia uma substituição, o jogador que saía do campo retirava o escudo do seu uniforme e o colocava na camisa do companheiro que estava entrando em campo.