A história começa com dois caixeiros-viajantes americanos em 14 de setembro de 1898. Ao chegar num hotel em Boscobel, no Wisconsin, John Nicholson foi informado que não havia mais quartos disponíveis. A única possibilidade seria dormir numa cama extra do quarto reservado por Samuel Hill. Hill aceitou dividir o quarto e pegou logo no sono, enquanto Nicholson continuou trabalhando. Ao terminar os relatórios, Nicholson resolveu ler um trecho da Bíblia, como fazia todas as noites antes de dormir. Hill acabou acordando. Interessou-se pelo trecho do Evangelho de João escolhido por Nicholson e acompanhou a leitura.

Naquela noite mesmo, decidiram criar uma associação de empresários cristãos viajantes para difundir a palavra de Deus. A “Gideões Internacionais” nasceu em primeiro de julho de 1899, com a ajuda de mais um amigo, William Knights. Em 1907, eles passaram a deixar Bíblias em todas as recepções de hotéis por onde passavam. No ano seguinte, com doações de associados e empresários, eles começaram a colocar bíblias em cada quarto de hotel.

Hoje a Gideões deixa uma versão reduzida, com textos do Novo Testamento e os livros dos Salmos e dos Provérbios. Calcula-se que já tenham distribuído gratuitamente 2 bilhões de Bíblias, sendo 200 milhões delas no Brasil, onde chegaram em 1956.