VIAGRA

  • Biólogos da Universidade do Mississipi, nos Estados Unidos, criaram em 1999 um adesivo impregnado com um remédio semelhante ao Viagra para ser colado em pássaros. Além de aumentar o apetite sexual, ele reduz o stress do animal.
  • Na China, cientistas tentaram em 2002 estimular a reprodução em cativeiro de pandas ministrando-lhes doses de Viagra. O primeiro animal a receber o tratamento foi Zhuang Zhuang. Ele recebeu uma dose e meia das administradas aos homens com problema de ereção. Além do remédio, os pesquisadores também submeteram Zhuang a sessões de vídeo pornô. Em tempo: no cativeiro, os pandas, que estão em extinção, ficam indiferentes às fêmeas.
  • Em 2003, a empresa norte-americana Wrigley lançou um chiclete feito com o componente químico do remédio. A propaganda do produto anunciava que bastava mascar a goma meia hora antes do ato sexual para que o ele tivesse o mesmo efeito que uma pílula de Viagra.
  • Uma mulher entrou com o pedido de divórcio na Inglaterra. O estranho é que ela culpou o Viagra pelo fim da relação. Segundo a rede de televisão “BBC”, em matéria publicada em agosto de 2004, a britânica disse que seu cônjuge tornou-se sexualmente agressivo depois que começou a consumir o remédio.
  • A polícia apreendeu em maio de 2005 oitenta cavalos de corrida em uma pista ilegal localizada em Nápoles, Itália. Eles estavam sendo dopados por seus proprietários para melhorar sua performance durante as disputas. De fato, o remédio havia intensificado a capacidade cardio-vascular dos animais.
  • Uma lei dos Estados Unidos possibilitou a condenados de estupro e outros crimes sexuais a ter acesso ao remédio. Ela determina que todos os participantes do Medicaid (programa público de fornecimento de medicamentos) recebam a pílula de graça quando receitada por médicos. Isso inclui os presos. O fato foi constatado em maio de 2005. Na Califórnia, porém, uma outra lei foi sancionada para impedir que homens condenados por crimes sexuais fossem beneficiados com a ação.