FILME O CANGACEIRO

  • 1953: “O Cangaceiro”, dirigido por Vítor Lima Barreto, levou o prêmio especial do júri como o melhor filme de aventuras no Festival de Cannes.
  • 1959: “Orfeu Negro”, a tragédia grega vivida no alto da favela, ganhou a Palma de Ouro em Cannes. O roteiro é de Vinícius de Moraes e a direção, do francês Marcel Camus.
  • 1969: Gláuber Rocha recebe o prêmio de melhor diretor no Festival de Cannes com o filme “O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro”.
  • 1973: “Toda Nudez Será Castigada” ganhou o Prêmio Urso de Prata no Festival Internacional de Cinema em Berlim.
  • 1986: Fernanda Torres consagrou-se como a melhor atriz no Festival de Cannes por sua atuação em “Eu Sei Que Vou Te Amar”. O filme “O Beijo da Mulher Aranha”, seu diretor, Hector Babenco, e o ator principal, William Hurt, foram escolhidos para concorrer ao Oscar em 1986. Apenas Hurt levou a estatueta. Nos agradecimentos, ele lembrou-se do colega de filme Raul Julia e do “corajoso povo brasileiro”.
  • 1998: “Central do Brasil” ganhou o Urso de Ouro no Festival de cinema de Berlim, um dos 3 mais importantes do mundo, ao lado de Cannes e Veneza. Fernanda Montenegro, por sua atuação no filme, recebeu o Urso de Prata na categoria melhor atriz.
  • 2003: O filme “Cidade de Deus” ganhou o prêmio de Melhor Edição da Bafta, Academia Britânica de Filmes e Televisão. A obra, dirigida por Fernando Meirelles, também foi premiada em dez categorias no Festival de Havana e como Melhor Filme Estrangeiro no British Independent Film Awards.
  • 2008: No Festival de Berlim, “Tropa de Elite” ganhou o Urso de Ouro de Melhor Filme. Já em Cannes, “Linha de Passe”, de Walter Salles, ganhou o prêmio de Melhor Interpretação Feminina, pela atuação de Sandra Corveloni.