Lúcia, a Menina do Narizinho Arrebitado, apareceu pela primeira vez em 1921. Nascia aí o Sítio do Picapau Amarelo, com seus inesquecíveis personagens – Pedrinho, dona Benta, tia Nastácia, tio Barnabé, a boneca Emília e seu pó-de-pirlimpimpim, o porquinho Marquês de Rabicó, o sábio Visconde de Sabugosa, o endiabrado Saci e a malvada Cuca. Daí para a frente, Monteiro Lobato (1882-1948) passou a alternar a publicação de obras para adultos com a publicação de obras para crianças.

O Sítio do Picapau Amarelo foi um grande sucesso na TV desde a sua primeira exibição pela Tupi. De 1977 a 1985, a série seria exibida com absoluto sucesso pela Rede Globo, e voltou com uma nova versão em 2001.

Em “Quem Te Viu, Quem TV”, o especialista Magalhães Júnior conta os bastidores do programa, que estreou em 3 de junho de 1952. O projeto foi encabeçado pelo casal Júlio Gouveia (médico psiquiatra) e Tatiana Belinky (tradutora). O grande sucesso do programa era a boneca Emília, interpretada por Lúcia Lambertini.