Pee-Wee Herman
Foi flagrado em 1991 num cinema pornô em “atitude masturbatória”, conforme dizia o boletim de ocorrência. O ator acabou liberado depois de pagar uma multa de 50 dólares. Mas como Pee-Wee era um herói de programas infantis, Paul Reubens, “seu verdadeiro nome”, acabou pondo um ponto final em sua carreira.


Pee-wee Herman

Hugh Grant
Em 1995, o ator inglês Hugh Grant galã de “Quatro casamentos e um funeral” foi preso dentro de sua BMW em Los Angeles, surpreendido no momento em que uma prostituta, Divine Brown, lhe fazia sexo oral. Duas horas depois do flagrante, os dois foram liberados. Como punição, Grant pagou uma multa de 1.800 dólares e teve que frequentar um curso sobre o sexo seguro.

Joan Bennett
O produtor Walter Wanger ficou revoltado ao saber que a esposa, a atriz Joan Bennett, o estava traindo com o agente Jennings Lang. Wanger seguiu o casal até o prédio onde os dois mantinham um local para encontros. Aguardou que ambos descessem do carro e atirou duas vezes em Lang. Lang sobreviveu, mas ficou impotente para sempre. Wanger foi condenado a três anos de prisão e, por bom comportamento, cumpriu apenas três quartos da pena.

Joan Bennett

Kevin Spacey
Pouco depois de ganhar o Oscar de melhor ator, em 2000, o ator Kevin Spacey também protagonizou um escândalo. A revista sensacionalista Star publicou uma série de fotos de Spacey trocando carinhos com um modelo num parque. “Não publicamos as fotos mais explícitas”, garantiu o editor da revista. O ator não quis fazer comentários sobre sua vida íntima.

Kevin Spacey

Julia Roberts
Poucos dias antes do casamento, em 1991, Julia Roberts rompeu o noivado com o também ator Kiefer Sutherland. Ele foi flagrado com uma garota de programa e ela não gostou disso.

JULIA ROBERTS

Eddie Murphy
Em 1998, o comediante americano Eddie Murphy foi flagrado pela polícia, em seu carro, na companhia do travesti Atisone Seiuli às 4 da manhã.

EDDIE MURPHY

Victor Hugo
O escritor francês Victor Hugo (1802-1885) usava nomes falsos para alugar apartamentos em Paris e nos arredores da cidade para abrigar suas amantes. Em um deles, o escritor foi apanhado em flagrante com Léonie Briard, cujo marido havia chamado a polícia e mandado a seguir. Léonie foi presa e Victor Hugo nada sofreu. Quando ele morreu, em 1885, as prostitutas de Paris ficaram de luto.

Victor Hugo