SEM CALÇA NO METRÔ
No último domingo, São Paulo foi palco pela terceira vez  da missão “No Pants Subway Ride” (Passeio de Metrô Sem Calças), um dos mais conhecidos exemplos de flash mob. Cerca de 250 passageiros tiraram suas calças e fizeram a viagem  apenas de calcinha ou cueca, como se nada de incomum estivesse acontecendo. Foi em 2002 que aconteceu o primeiro No Pants no metrô, organizado pelo “Improv Everywhere”, grupo novaiorquino que realiza várias missões para  “causar cenas de caos e alegria” na cidade. Naquele ano,  a trupe só conseguiu reunir sete pessoas no metrô de Nova York. Da última vez, no ano passado, o número cresceu para 3 mil.
O Improv Everywhere é liderado pelo ator Charlie Todd. Tudo começou quando ele e alguns amigos foram a um bar e fingiram que ele era o cantor Ben Folds. Os clientes acreditaram. Todd contou isso a amigos do grupo de teatro, que resolveram criar outras pegadinhas.  Na verdade, eles não usam a palavra “pegadinha”, mas “missão”. Os participantes das missões são chamados de “agentes”.   Em uma das mais famosas ações,  207 pessoas pararam de se mover ao mesmo tempo na maior estação de trem do mundo (Grand Central, em Nova York, Estados Unidos). O vídeo da ação Frozen Grand Central já tem cerca de 24 milhões de visualizações no YouTube.

Das mais de 100 missões que Todd afirma ter organizado, uma de suas preferidas é The Moebius, feita em 2003. Ele e mais  sete agentes  estiveram envolvidos. A ideia era fazer com que vários acontecimentos se repetissem continuamente por uma hora, intrigando os clientes de um café Starbucks:

A fama adquirida garantiu até a oportunidade de escrever um livro: Causing a scene: extraordinary pranks in ordinary places with Improv Everywhere, lançado em 2009, tem a descrição de peças já pregadas por Charlie Todd e seus companheiros. Se você quiser dar uma espiada, é possível ler os dois primeiros capítulos gratuitamente aqui.
LIVRO DO DESAFIO DO SEM CALÇA DO METRÔ
A primeira missão descrita (em inglês) no livro é a Even Better than the Real Thing, quando eles fingiram ser a banda U2 e fizeram um show de mentira em cima de um prédio. Centenas de pessoas foram atraídas pelo barulho e realmente acreditaram se tratar de Bono Vox e companhia. No entanto, tudo acabou na delegacia. Ficou curioso? Veja o vídeo da missão: