avião militar EA-6B Prowler

Em fevereiro de 1999, o avião militar EA-6B Prowler voava a baixa altitude nos Alpes italianos quando cortou os cabos de um teleférico da estação de esqui de Cavalese, matando 20 turistas. A corte militar americana absolveu o capitão Richard Ashby, que pilotava o avião em velocidade acima da permitida. Ele dizia que o altímetro estava com defeito.

Em maio do mesmo ano, a embaixada chinesa em Belgrado foi atingida por engano por um bombardeiro “invisível” B-2. Quatro pessoas morreram e 20 ficaram feridas. Os analistas da CIA tinham passado as coordenadas para o ataque com base em mapas desatualizados.

No Havaí, o navio-escola japonês Ehime Maru foi atingido quando o submarino americano USS Greeneville emergiu em 9 de fevereiro de 2001. Nove pessoas morreram e  barco afundou. As autoridades americanas admitiram que os visitantes a bordo do submarino podem ter distraído a tripulação, que não seguiu os procedimentos de emersão adequados.