A criação do futebol organizado começou a tomar forma no dia 26 de outubro de 1863, uma segunda-feira. Foi nessa data que, ao fim de seis reuniões no pub The Freemason’s Tavern, em Lincoln’s Inn Fields, Londres, Inglaterra, foi criada a The Football Association. Junto com ela, aprovaram-se as primeiras treze regras do futebol (que logo se transformariam em dezessete).

Os capitães tentavam chegar a um acordo, no caso de lances duvidosos. A figura dos árbitros, um em cada lateral do gramado, surge em 1874. Em 1891, um novo árbitro entra em campo, e os dois que já existiam passaram a atuar como assistentes.

Os árbitros começaram a usar apitos em 1878.

A função do bandeirinha (ou juiz de linha) é auxiliar o árbitro, marcando impedimentos e arremessos laterais. Atualmente, a nomenclatura oficial da Fifa determina que o bandeirinha seja chamado de “árbitro auxiliar”.

No Brasil, o “Tira-Teima” surgiu nas transmissões da Rede Globo, durante a Copa de 1986. O recurso eletrônico servia para mostrar se as decisões da arbitragem tinham sido corretas ou não.

Cada confederação afiliada à Fifa tem sete árbitros capazes de apitar partidas internacionais. Apesar de esse número ser pré-definido, pode haver mais árbitros filiados à Fifa — sem que, no entanto, apitem partidas internacionais. No Brasil, são dez os afiliados, três a mais que os sete que apitam partidas internacionais. Além desses dez árbitros, outros dez auxiliares têm o escudo da Fifa no Brasil.