Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre 10 pilotos de Fórmula 1

24 de abril de 2019

1. Alain Prost
O piloto francês foi quatro vezes campeão de Fórmula 1. É um dos que mais disputaram provas na categoria: correu 199 vezes. Prost também figura entre os pilotos que obtiveram mais vitórias: ganhou 51 corridas. O francês é um dos recordistas em iniciar provas na pole-position. Prost largou em primeiro lugar 33 vezes. Entre os pilotos que tiveram maior número de poles-positions em uma única temporada, Alain Prost empata com Ayrton Senna. Ele conseguiu treze poles-positions em 1993. Prost é o piloto que ganhou o maior número de GPs em seu próprio país. Ele venceu a prova da França 6 vezes (1981, 1983, 1988, 1989, 1990 e 1993).

2. Ayrton Senna
Em 1978, quando Ayrton foi disputar o Campeonato Mundial de Kart, na Europa, as regras da competição exigiam que os capacetes dos pilotos tivessem as cores do país de origem do participante. Ele decidiu manter a tradição na F-1. No ano de 1983, Senna correu uma prova inteira de Fórmula 3 na Inglaterra com o carro sem freios. Os mecânicos, a princípio, não acreditaram, mas ao verificar as pastilhas viram que elas estavam geladas. O circuito inglês de Silverstone, onde ele venceu nove provas seguidas na Fórmula 3, foi apelidado de Silvastone, numa referência ao sobrenome Silva do piloto brasileiro. Ao longo de sua carreira, Ayrton Senna conquistou 41 vitórias (19 de ponta a ponta), 161 GPs, 2.750 voltas na liderança, 65 poles e 3 títulos mundiais. Em março de 1995, o capacete que Ayrton Senna usou ao conquistar seu primeiro título de Fórmula 1 (1988) foi a leilão. O lance vencedor foi de 45 mil dólares e o capacete tinha os autógrafos de Senna e Xuxa.

3. Emerson Fittipaldi
O piloto paulista conquistou sua primeira vitória numa corrida de velocípede. Emerson tinha cinco anos. Ganhou algumas corridas de moto, mas uma vassourada da mãe encerrou a carreira de motociclista. Sua mãe destruiu a moto. Ela passou a ter horror da modalidade depois do acidente que deixou o marido, Wilson, internado durante seis meses com fratura no crânio. Depois do kart, a primeira corrida de Emerson Fittipaldi foi na ilha do Fundão, no Rio de Janeiro, em março de 1965. Ele pilotava o Gordini de um amigo, que acabou destruído depois de uma capotagem. Emerson estreou na Fórmula 1 em Brands Hatch, no GP da Inglaterra, em 19 de julho de 1970, com o terceiro carro da equipe Lótus.

4. Felipe Massa
O primeiro carro de Felipe Massa foi um Pálio 1.0. Seu pai deu o presente antes de o piloto completar 18 anos. Por isso, Massa teve que esperar algum tempo antes de curtir o presente. Aos 26, Massa tinha na garagem duas Maserati e uma Ferrari. Massa não tira do pescoço uma corrente com seus amuletos: um escapulário dado pela mulher, a miniatura dos circuitos onde venceu e um capacete em ouro branco. Ainda para dar sorte, quando vai bem nos treinos, Massa repete a cueca por todo o fim de semana. Coincidência ou não, em suas duas primeiras vitórias, na Turquia e no Brasil, Felipe estava com a mesma cueca branca.

5. Fernando Alonso
O piloto espanhol tem uma personalidade bastante extrovertida. Em 2002, quando ainda era piloto de teste, fazia truques de mágica para entreter a equipe. Ele costuma cantar antes de cada prova, para diminuir a tensão. O piloto tem um número da sorte: 14. É que ele tinha 14 anos quando, em 14 de julho de 1996, foi campeão mundial de kart a bordo do carro número… 14!

6. José Carlos Pace
O piloto era conhecido por Moco, corruptela de “ouvidos moucos”. Ele ganhou este apelido porque só ouvia o que lhe interessava. Pace correu de 1972 a 1977 e participou de 72 GPs. Venceu apenas uma vez, em 1975. Foi nesta corrida que aconteceu a primeira dobradinha brasileira da história brasileira. Emerson Fittipaldi ficou em segundo lugar. O autódromo de São Paulo, inaugurado em 1940, leva hoje seu nome. Sua última corrida foi na África do Sul, mesma pista onde estreou. O piloto morreu em março de 1977 em um acidente aéreo.

7. Michael Schumacher
Em 2002, o piloto alemão conquistou o pentacampeonato de Fórmula 1, igualando recorde obtido por Juan Manuel Fangio em 1957. O sexto título de Schumacher veio em 2003, no Japão. Com isso, ele se tornou o maior vencedor da competição. Ele também é o corredor com maior número de vitórias em uma temporada (7) e de pódios (154). Além disso, foi o piloto que obteve mais cedo um título, em 2002, com somente 64,7% das corridas da temporada disputadas. Michael Schumacher é o maior conquistador de recordes da história da Fórmula 1. Ele venceu 7 mundiais, 91 etapas, conseguiu 76 vezes a volta mais rápida e isso tudo em 248 GPs disputados. Como se não bastasse é detentor do recorde de poles (68), desbancando o antigo recordista Ayrton Senna.

8. Nelson Piquet
Como seu pai não aprovava a carreira de piloto, Nelson utilizava profissionalmente o sobrenome da mãe, Piquet. Estácio Souto Maior, ministro da Saúde do governo João Goulart, queria que o filho fosse tenista. Na Fórmula 1, Piquet foi tricampeão: 1981, 1983 e 1987. Ele se aposentou na temporada de 1991. O piloto batizou seu primeiro filho de Geraldo para poder chamá-lo de GP (Geraldo Piquet) — abreviatura de “Grande Prêmio”.

9. Rubens Barrichello
Rubens Barricello, além de ter o mesmo nome de seu pai, faz aniversário no mesmo dia e mês que ele. O piloto entrou para a história como o primeiro brasileiro a correr pela Ferrari, a escuderia mais desejada da Fórmula 1. Barrichello tornou-se o piloto com o maior número de corridas na Fórmula 1 em toda a história. No dia 11 de maio de 2008, no GP da Turquia, Rubinho participou de sua prova número 257 e ultrapassou o antigo recordista, o piloto Riccardo Patresi. Em 2012, já acumulava 321 GPs.

10. Sebastian Vettel
Durante a infância, seus ídolos eram “Os três Michaels”: Michael Schumacher, Michael Jordan e Michael Jackson. Vettel sonhava ser um cantor como Michael Jackson, mas percebeu que não tinha a voz necessária. O piloto aposenta um capacete após cada vitória na F1. Ele já usou protetores com formato de lata de Red Bull, em homenagem a sua equipe. É o piloto mais jovem a conquistar dois títulos mundiais: 2010 e 2011, aos 24 anos de idade.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

José Carlos Pace

José Carlos Pace

  O piloto era conhecido por Moco, corruptela de ?ouvidos moucos?. Ele ganhou este apelido porque só ouvia o que lhe interessava. Quem o descobriu foi Frank Williams. Antes de entrar para a F-1, ele competiu na Fórmula 2. Em 06 de outubro de 1974, Pace apareceu...

Michael Schumacher

Michael Schumacher

1. Michael Schumacher nasceu em Hürth, Alemanha, em 3 de janeiro de 1969. Começou a correr aos 5 anos de idade, no kartódromo administrado por seu pai em Kerpen, Alemanha. Apesar disso, só entrou em competições a partir de 1983,...

Década de 1960

Década de 1960

  1961 Fevereiro: Ocorreu o primeiro lançamento ao planeta Vênus, com a sonda soviética Venera 1. Abril: Yuri Gagarin, a bordo da nave sovietica Vostok 1, fez o primeiro vôo orbital de um homem, que durou 108 min. 1962 Fevereiro: John Glenn, a bordo da capsula...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This