Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

A história do rúgbi e seus descendentes

16 de outubro de 2012

Em 1823, o inglês William Webb Ellis agarrou uma bola com as mãos sem dar nenhuma explicação, prensou-a contra o peito e disparou a correr, cruzando um campo em alta velocidade. Seus colegas tentaram contê-lo, mas ele conseguiu se desviar de todos. Até que um deles saltou, como um goleiro, e conseguiu derrubá-lo. A brincadeira acabou virando esporte: o rúgbi! No Brasil, o rúgbi existe desde fins do século 19, e até o começo dos anos 60 foi um esporte de elite. Só com a realização do Campeonato Sul-Americano, em São Paulo, em 1964, o esporte começou a ser mais difundido no país.

As equipes de rúgbi têm 15 jogadores. Cada partida se divide em dois tempos de 40 minutos, durante os quais cada equipe pode fazer três substituições. Substituições extras podem ser aprovadas mediante comprovação de injúrias ou sangramento. A bola deve ser conduzida com as mãos, e passada sempre para trás. A única exceção a essa regra é o chute, que pode ser dado em qualquer direção. Existem várias maneiras de marcar pontos. Quando um jogador consegue ultrapassar a linha de fundo do campo, marca-se um “try”, que vale 4 pontos e dá o direito de desferir um “chute de conversão”. Se a bola passar sobre o travessão, entre as traves em forma de “H”, o time consegue mais 2 pontos. Outras maneiras de se pontuar são com a cobrança de pênaltis ou com os tiros livres diretos.
O jogo se tornou tão popular que acabaram aparecendo variações dele ao redor do mundo. O Blog do Curioso apresenta algumas delas:
Futebol gaélico

Futebol gaélico: conheça o esporte mais popular da Irlanda - Mais ...

É uma variação do rúgbi jogada na Irlanda desde 1887. O time de futebol gaélico também é composto por 15 jogadores, e a estrutura do campo é bem parecida com a do rúgbi, com as mesmas traves em forma de “H”. A diferença é que a parte inferior da trave é equipada com uma rede, como no futebol convencional. No jogo irlandês, a bola não é carregada. Para conduzi-la ao gol, os jogadores não podem dar mais de quatro passos sem passá-la a um companheiro (o que, por sinal, pode ser feito em qualquer direção). Se a bola passa por cima do travessão, é marcado 1 ponto. Se ela passa abaixo dele (dentro do gol), marcam-se 3 pontos. Hoje, o esporte é o mais popular no país.
Hurling

Hurling – Wikipédia, a enciclopédia livre

O hurling é outro esporte irlandês, que mistura regras do rúgbi com características do hóquei, criado em 1879. O time também é composto por 15 jogadores. A diferença é que, para ajudar a conduzir a bola ao gol, os jogadores fazem uso de um bastão. Uma regra curiosa é que a bola, que tem o tamanho de uma bola de tênis, só pode ser carregada pelo bastão. Os jogadores desenvolvem, portanto, a habilidade de equilibrá-la na ponta do equipamento. Como no futebol gaélico, a trave em forma de “H” tem sua parte inferior equipada com uma rede. A pontuação é contada da mesma forma: 3 pontos para um gol na rede e 1 ponto para cada bola jogada por cima do travessão. O hurling disputa com o futebol gaélico o posto de esporte mais popular da Irlanda.
Futebol australiano

Austrália. O jogo dos primos

Essa variação do rúgbi, inventada em meados do século 19, é o esporte mais popular da Austrália. O esporte também parece ter influências do basquete: no começo do jogo, o juiz quica a bola com força no chão, e os jogadores dos dois times se esforçam para pegá-la no ar; além disso, a bola não pode ser carregada por mais de 15 metros sem ser quicada no chão. Em cada time, jogam 18 atletas. A trave é bem diferente da usada no rúgbi e nos outros esportes já citados. São quatro traves verticais alinhadas, sendo as duas laterais mais curtas do que as centrais. Uma bola arremessada entre as traves centrais vale 6 pontos; uma que passe entre as laterais só vale 1. O campo de futebol australiano tem um formato curioso: é oval, da mesma forma que a bola.
Rúgbi de Sete

Fotos da estreia da Seleção masculina de rúgbi de sete no Pan ...

Criada na Escócia em 1883, essa é a variação do rúgbi mais parecida com o jogo original. A diferença fundamental é que, em vez de 15, são apenas sete jogadores de cada time em quadra. Isso faz com que os atletas tenham que ser mais resistentes e rápidos, já que o tamanho do campo continua sendo o mesmo. O rúgbi de sete foi aprovado para integrar os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. A modalidade não participava da competição desde 1928. Os jogos serão disputados no Estádio de São Januário, do Vasco da Gama.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

Os Jogos Paraolímpicos de Tóquio começam na próxima terça-feira, dia 24. Marcus Aurélio Carvalho, diretor e apresentador da Rádio ONCB, emissora web da Organização Nacional de Cegos do Brasil, explica como será a cobertura diferenciada do evento. Marcus fala também de...

O autor de 150 hinos de times de futebol

O autor de 150 hinos de times de futebol

O compositor paulista Carlos Santorelli tem mais de 2 mil músicas gravadas. Em 1997, ele lançou um CD com hinos para os principais times do Rio Grande do Norte compostos por ele. Depois, em 2011, veio outro, desta vez com times paraibanos. Mas foi a partir de 2017 que...

Pugilista perdeu a orelha e não consegue usar máscara?

Pugilista perdeu a orelha e não consegue usar máscara?

Em novembro de 1996, o pugilista Evander Holyfield, pentacampeão mundial dos pesos-pesados, desafiou Mike Tyson pelo título da Associação Mundial de Boxe. Holyfield venceu de forma surpreendente ao realizar a proeza de nocautear Tyson no 11º round. Em junho do ano...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This