O coquetel-molotov é uma bomba de fabricação caseira. Ela foi desenvolvida pelos finlandeses em 1939 para ser utilizada contra o exército russo. Na época, a Rússia havia quebrado um pacto de não-agressão e invadido a Finlândia. A combinação de gasolina, ácido sulfúrico e cloreto de potássio foi batizada com o nome do presidente de Conselho de Ministros da União Soviética, Viacheslav Molotov, um dos principais responsáveis pelo rompimento do acordo. Os finlandeses costumavam dizer: “Que venham os russos, vamos servir coquetéis para Molotov”.