Para quem Beethoven escreveu a música “Für Elise”?

5 de janeiro de 2021

Várias composições de Ludwig van Beethoven foram dedicadas às mulheres que passaram por sua vida, porém, por diferentes razões, o compositor e pianista alemão nunca se casou.

A bagatela (peça musical curta e alegre) para piano “Für Elise”, possui um grande mistério em torno de quem seria a tal moça a quem o compositor dedicou uma de suas obras-primas. Uma das teorias mais aceitas é que Elise foi a cantora austríaca Therese Malfatti (1792-1851).

Em abril ou maio de 1810, Beethoven escreveu a Therese a tal carta que teria sido o pedido de casamento, que foi rejeitado por ela. A carta terminava assim:

“Agora vá bem, respeitada Therese. Desejo a você todas as coisas boas e belas desta vida. Mantenha-me na memória – ninguém pode desejar a você uma vida mais brilhante e feliz do que eu – mesmo que você não se importe de forma alguma com seu devotado servo e amigo, Beethoven”.

“Für Elise” seria encontrada entre os papéis dela tempos depois.

Acredita-se que a composição se chamava originalmente “Für Therese”, mas uma tradução errada acabou mudando o nome.

O “Für” em alemão significa “Para”.

Artigos Relacionados

Maior colecionador de Monopoly do mundo não gosta do jogo

Maior colecionador de Monopoly do mundo não gosta do jogo

O inglês Neil Scall, 51 anos, residente em Sussex, a 88 quilômetros de Londres, entrou para o Guinness Book em julho de 2016. Ele é desde então dono da maior coleção do jogo Monopoly no mundo (no Brasil, o famoso jogo de tabuleiro atende também pelo nome de Banco...

Quem inventou o cinto de castidade?

Quem inventou o cinto de castidade?

A partir do século XI, quando os homens seguiam para as Cruzadas, queriam ter certeza de que as suas esposas não os iriam trair. Para isso, colocavam nelas um cinto com uma alça metálica que passava entre as pernas, cobrindo toda a genitália feminina, e que era...

Por que não existe o número zero em algarismos romanos?

Por que não existe o número zero em algarismos romanos?

Tudo tem a ver com o sistema posicional dos algarismos como conhecemos hoje, ou seja, da ordem de unidades, dezenas, centenas, milhares, etc para se representar um número composto pelas combinações entre os 10 algarismos existentes em nosso sistema. “O zero é uma...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *