Os supermercados de Pequim não têm aquela festa de sacolinhas plásticas como no Brasil. Quem quiser paga por elas. Por isso, na frente dos caixas, os supermercados vendem também sacolas mais resistentes. Nas livrarias, a coisa não é muito diferente. Veja como é o embrulho. A própria moça do caixa colocou um papel de seda por cima dosm produtos e amarrou com barbante. Ainda fez um lacinho em forma de alça.