Além de receberem nomes de figuras ilustres da história ou mesmo da região onde estão localizadas, as rodovias são batizadas com letras e números.
As estaduais são indicadas pela sigla do Estado onde se localizam, seguida de números. Se for par, ela é uma estrada radial — passa pela capital. Os números mostram a quantos graus ela está de uma linha imaginária norte-sul traçada a partir da capital. Se for ímpar, o número mostra quantos quilômetros a rodovia dista da capital.
As rodovias federais usam a sigla BR, de Brasil. De 010 a 080, indica que ela é radial, partindo de Brasília em direção aos Estados. De 100 a 199, são as rodovias longitudinais, que cruzam o país de norte a sul. De 200 a 299, as transversais, que cortam o Brasil de leste a oeste. De 300 a 399, as diagonais, que passam pelo interior ou pelo litoral. Acima de 400, são rodovias de pequeno porte, que ligam uma estrada a outra.