Hambúrguer, porção de fritas e refrigerante. Ou macarronada com molho bolonhesa. Quem sabe panquecas e salada de tomate. Que prato você escolheria para ser a sua última refeição?

O hábito é comum em prisões norte-americanas em Estados em que há a pena de morte. As refeições campeãs de popularidade entre os condenados são cheeseburguer com fritas, bife, frango frito e sorvete. O departamento de Justiça Criminal do Estado do Texas costumava publicar em seu site uma lista com o nome do prisioneiro e sua respectiva última refeição. Considerada ofensiva, essa página do site deixou de ser atualizada em 2004.

Nos Estados Unidos, um condenado à morte teoricamente pode pedir qualquer coisa como sua última refeição. O problema é que o pedido pode ser recusado. Em geral, o cardápio fica limitado à pratos possíveis de serem preparados na própria prisão ou àqueles que podem ser pedidos em restaurantes da cidade. Petições por alcool e cigarros quase sempre são recusadas. Na Flórida, a refeição não pode custar mais do que 40 dólares (cerca de 69 reais).

Preso no Tennessee, Philip Workman pediu que a sua “última pizza” fosse distribuída para os sem-teto da cidade. A polícia não aceitou, mas uma rede de pizzarias distribuiu pizza de acordo com sua vontade.

Por curiosidade mórbida, aí vão outros pedidos:
Sanduíche de queijo
Sanduíche com filé de peixe, batatas fritas e leite
Suco de laranja
Uma maçã
Pizza, café e chá
Camarão e salada
Croquete de salmão com ovos mexidos

Você já pensou qual seria a sua última refeição perfeita?