Foi lendo o blog Comidinhas, da Alê Blanco, que fiquei sabendo do cachorro-quente da Confeitaria Princesa, em Porto Alegre. Como sou tarado pelo lanche, inventei uma viagem para Porto Alegre no começo do ano só para ter a oportunidade de conhecer a casa. Dei azar. Planejei um final de semana em Porto Alegre e encontrei a Princesa fechada (ela só funciona de segunda a sexta, das 8h30 às 18h45). Ontem, voltei a Porto Alegre. Fui entrevistar o colorado Luís Fernando Veríssimo para o “Loucos por Futebol”. Terminada a reportagem, o destino foi a Rua dos Andradas, 1812, no Centro.  O lugar é pequeno. Tem cadeiras para 10 pessoas divididas em dois balcões. Pedi o cachorro-quente (R$ 4,50), com o famoso molho de mostarda. O cachorro é um cachorrinho.  Estenda o polegar e depois o indicador. É deste tamanho! O pão lembra um brioche e recebe uma rápida pincelada de molho de tomate. A salsicha tem aquele gostinho das antigas salsichas de lata da Bordon. Eu adorava!

Bem, mas vamos ler o que disse a Alê, especialista no assunto:
“A salsicha é encomendada especialmente para esse sanduíche da casa. É mais leve e saborosa que aquela comum, comprada em mercados. E parece ter sido desenvolvida para combinar com a mostarda cremosa com a qual é servida. Essa combinação é o verdadeiro segredo da casa. A receita, segundo a proprietária Helena Maria Nogueira, sobrinha dos fundadores. só é conhecida pela família. A mostarda parece realmente um creme. É quase branca, sutil, não tem aquele sabor ácido que amarra na boca. Pelo contrário, é adocicada. Desconfio de que é pequenino para você sempre ficar com vontade de comer mais um”

 

Claro que eu não parei no primeiro. Uma grande descoberta que devo à Alê Blanco.  Hoje à noite, ela lança o livro “O Melhor do Comidinhas”, na novíssima Livraria Saraiva do Shopping Pátio Higienópolis. Uma boa oportunidade para conhecer outros tantos achados deliciosos como “os cachorrinhos da Princesa”.