A ideia foi sugerida pela enfermeira americana Ellen Church (1904-1965), que entrou para a história como a primeira comissária de voo. Em 1930, as empresas de aviação começaram a colocar enfermeiras para acompanhar a tripulação. Como na época apenas homens viajavam nas aeronaves, as mulheres passaram a ser chamadas de “aeromoças”. Formada em Enfermagem, Ellen sonhava em ser pilota de avião. Fez o curso, tentou um emprego na United Airlines, mas sua inscrição foi recusada porque “apenas homens pilotavam”. O jeito que encontrou para voar foi propor incluir enfermeiras na tripulação. A convite da companhia aérea Boeing Air Transport, ela criou uma equipe de anfitriãs aéreas, com mais sete enfermeiras. O primeiro voo foi realizado em 15 de maio de 1930, na rota Oakland (Califórnia) – Chicago, um trajeto com cinco escalas.