Como surgiu a expressão “salvo pelo gongo”? Talvez você já tenha ouvido falar que foi por causa de um mecanismo criado pelos ingleses no século XVII. Eles amarravam uma cordinha ao braço de um falecido, que estava ligada a uma sineta do lado de fora do caixão. Se o sujeito ainda estivesse vivo e tivesse sido enterrado por engano, ele acionaria a sineta e estaria salvo. Essa história não é verdadeira.

Há uma outra lenda. De um guarda do Palácio de Windsor, na Inglaterra, que foi acusado de dormir em seu posto, uma falha gravíssima. Para se defender, ele disse que o sino da igreja tinha tocado treze vezes à meia-noite, o que de fato aconteceu. Foi absolvido graças às badaladas do sino.

Mas a verdadeira origem da expressão “salvo pelo gongo” vem das lutas de boxe e tem a ver com a sineta que anuncia o fim de um assalto, de um round. Quando o tempo do assalto termina, soa um gongo e os lutadores são obrigados a parar de lutar.  A expressão foi usada pela primeira vez em 21 de fevereiro de 1893 no jornal “The Fitchburg Daily Sentinel”, de Massachusetts, nos Estados Unidos. Quem está apanhando tem chance de se recuperar.