O primeiro beijo em novelas

11 de setembro de 2020

Durante 68 anos, a história da TV brasileira registrou que o primeiro beijo em telenovelas no Brasil aconteceu no último capítulo de “Sua Vida Me Pertence”, exibido em 15 de fevereiro de 1952, na TV Tupi. A primazia coube ao casal Wálter Foster e Vida Alves. A novela ia ao ar apenas nas noites de terças e quintas e cada um dos quinze capítulos tinha 20 minutos de duração. Foster era também autor e diretor da novela. “Lento, romântico. Lábios nos lábios. Cabeças inclinadas. Amor. Suavidade. Beleza”, escreveu Vida sobre o beijo no livro TV Tupi: Uma Linda História de Amor. Recém-casada, ela teve que pedir autorização do marido para fazer a cena. Chico Vizzoni, fotógrafo dos Diários Associados, teria se recusado a fazer imagens da cena por considerá-la “um escândalo”.

Em março de 2020, porém, o pesquisador Fernando Morgado descobriu uma foto na página 63 da revista O Cruzeiro de 27 de maio de 1960 com aquele que seria, de fato, o primeiro beijo. Os protagonistas eram o locutor Carlos Frias e a atriz Aimée Lemos, casados na vida real. A legenda da reportagem de Luciano Carneiro confirmava que aquele era “o primeiro beijo televisionado no Brasil”. A TV só estreou oficialmente em 18 de setembro de 1950, mas a Tupi do Rio de Janeiro vinha fazendo transmissões experimentais. Como naquela época tudo era transmitido ao vivo, não há registro em vídeo da cena, apenas na foto.

Para a história, o beijo de Foster e Vida continuará sendo o “primeiro beijo oficial” da TV. De todo o modo, Vida Alves, falecida em 4 de janeiro de 2017, mantém outro feito curioso em matéria de beijos. Em 1963, no programa “Grande Teatro”, ela beijou a atriz Geórgia Gomide, naquele que foi considerado o primeiro beijo gay das novelas brasileiras. O texto era “A Calúnia” e as duas faziam o papel de diretoras de uma escola de meninas adolescentes.

Beijo gay

A TV Tupi também apresentava o programa Grande Teatro, com adaptações de peças de teatro e romances literários.

“O teleteatro foi um trabalho feito com todo o capricho. Não era fácil fazer TV porque era ao vivo. A gente tinha que saber de cor todas as falas. A nossa e a fala do outro”.

Vida Alves foi pioneira novamente no teleteatro A Calúnia, quando protagonizou um beijo gay com a atriz Geórgia Gomide, o primeiro da TV.

Os teleteatros eram espetáculos com começo, meio e fim exibidos em uma noite só, com duas horas de duração.

Em A Calúnia, Vida e Geórgia interpretavam as diretoras de um colégio de meninas adolescentes.

Últimas Curiosidades

Artigos Relacionados

Os programas de culinária pioneiros da TV brasileira

Os programas de culinária pioneiros da TV brasileira

O primeiro programa de culinária da TV brasileira foi apresentado pelo mestre-cuca (ainda não se usava o francês chef) Francisco Ribeiro Wright, mais conhecido como Chico Wright. A estreia aconteceu em 18 de setembro de 1955, na TV Rio. O programa não tinha um nome....

10 curiosidades sobre o seriado Bat Masterson

10 curiosidades sobre o seriado Bat Masterson

O personagem Bat Masterson foi inspirado num Bat Masterson verdadeiro. William Barclay "Bat" Masterson (1853-1921) foi uma figura importante do chamado Velho Oeste americano. Atuou como delegado federal, caçador de búfalos e colunistas de esportes num jornal. Adorava...

10 curiosidades sobre “O Vigilante Rodoviário”

10 curiosidades sobre “O Vigilante Rodoviário”

A série, criada pelo cineasta e roteirista Ary Fernandes (1931-2010), mostrava as aventuras de um policial que zelava pela segurança das estradas. Seus 38 episódios foram exibidos nas noites de quarta-feira, às 20h05, pela TV Tupi entre 1961 e 1962. Um deles se...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *