Lembra daquele aluno bagunceiro que sempre dava um jeito de jogar aviãozinho de papel do fundão da sala de aula?  Pois saiba que ele pode virar campeão mundial de um esporte sério, com direito a regulamentos internacionais, campeonatos e juízes.

A maior prova de que os aviões de papel deixaram de ser exclusividade de alunos bagunceiros é o “Red Bull Paper Wings”, o campeonato mundial de aviões de papel. Competidores de 85 países e curiosos pela modalidade se reunirão na cidade austríaca de Salzburgo para torcer pelo melhor “piloto de aviãozinho de papel” nos dias 1º e 2 de maio.

Quatro brasileiros participarão da competição: os paulistanos Leonard Ang, Diniz Nunes e Everton Batista, e o pernambucano Daniel Freitas.

Leonard e Diniz competem na categoria “maior tempo de voo”, que premia o avião que permanecer por mais tempo no ar entre a decolagem e o pouso. Já Everton é finalista na categoria “distância” – seu aviãozinho conseguiu atingir a marca de 49 metros nas etapas classificatórias. O pernambucano Daniel Freitas é o representante brasileiro na categoria “voo acrobático”.

Nas duas primeiras categorias, as aeronaves precisam ser montadas na hora da competição, na frente dos juízes e dos outros competidores. No “voo acrobático”, o participante pode levar seu aviãozinho já pronto.

Ficou com vontade de jogar seu próprio aviãozinho de papel? Esse vídeo ensina a montar um avião simples em menos de 2 minutos.