Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

15 curiosidades sobre a Maratona de Nova York

8 de junho de 2020
  1. A primeira Maratona de Nova York aconteceu em 1970 por iniciativa do corredor Fred Lebow, dirigente do New York Road Runners Club. Apenas 55 dos 127 participantes completaram o percurso, que consistia em dar quatro voltas no Central Park. Cerca de 100 pessoas assistiram a competição. A única mulher que participou do evento desistiu na metade do trajeto. Cada um pagou 1 dólar para participar da competição. O ganhador foi o bombeiro nova-iorquino Gary Muhrcke, com o tempo de 2h31min38s. Os 10 primeiros colocados ganharam relógios de pulso, comprados pelo próprio Lebow.
  2. Lebow terminou a maratona inaugural de 1970 em 45º lugar, com o tempo de 4h12min09s. Ele correu a sua última Maratona de Nova York em 1° de novembro de 1992, em comemoração ao seu aniversário de 60 anos, depois de ter sido diagnosticado com câncer no cérebro no início de 1990. Fez o tempo de 5h32min35s. Lebow morreu em 9 de outubro de 1994.
  3. A disputa acontece no primeiro domingo do mês de novembro. A largada é dada com um tiro de canhão disparado do forte Wadsworth e acontece ao som de “New York, New York”. O evento reúne cerca de 50 mil corredores  – aproximadamente 15 mil são estrangeiros.
  4. Em 1971, o número de mulheres na Maratona de Nova York saltou de uma para cinco. Em 1972, seis mulheres participantes sentaram no chão em protesto contra a União dos Atletas Amadores, que indicava que elas deveriam iniciar a prova 10 minutos depois dos homens.
  5. Rosie Cruz, campeã da disputa feminina em 1979, fez parte do percurso de metrô. Ela acabou desclassificada.
  6. Na edição de 2008, o brasileiro Carlos José Gomes, de 58 anos, de São Paulo, morreu no hospital depois de desmaiar ao completar a prova em 4h12min5s. A autópsia confirmou que ele possuía problemas pré-existentes no coração e sofreu um ataque cardíaco.
  7. Uma cerimônia de casamento aconteceu durante a Maratona de 1994. A noiva foi mais rápida e chegou antes do noivo.
  8. Também em 1994, o mexicano German Silva estava vencendo a prova quando, a 1 quilômetro da linha de chegada, errou o percurso e foi ultrapassado pelo compatriota Benjamin Paredes. Alertado pelo público, German conseguiu retomar o caminho, alcançar o adversário, e vencer a maratona por 2 segundos de diferença. Os americanos apelidaram German de “Wrong Way” (Caminho Errado).
  9. Atletas de cadeiras de rodas começaram a participar em larga escala em 2005. Isso fez com que a Maratona de Nova York se tornasse a maior competição do gênero no mundo.
  10. A Maratona de Nova York é a corrida que mais atrai torcedores no mundo. O regulamento da competição sugere que o corredor não use fones de ouvido durante a prova para que ele aproveite o som feito pelo público, que é uma das marcas registradas da prova.
  11. O brasileiro Marílson Gomes dos Santos é o único sul-americano a ter vencido a prova até hoje, em 2006 e 2008.
  12. A edição de 2012 foi cancelada por causa dos estragos causados pela passagem do Furacão Sandy pelos Estados de Nova York e Nova Jérsei uma semana antes da data marcada da prova.
  13. Na edição de 2013 Joy Johnson, de 86 anos, completou a maratona, tornando-se a mulher mais velha a terminar a Maratona de Nova York. Ela morreu no dia seguinte.
  14. O atual percurso foi adotado em 1976. Passa pelos cinco distritos da cidade (Staten Island, Brooklyn, Queens, Bronx e Manhattan). A maratona termina no Central Park.
  15. A edição de 2013 da Maratona de Nova York viu o milionésimo corredor cruzar a linha de chegada desde sua primeira edição. Corredores de 196 países já participaram da prova desde 1970.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This