Como  começou a briga

Puma x Adidas

Adidas foi criada em 1949, mas a sua história teve início bem antes disso.

A marca

alemães Adolf e Rudolf Dassler começaram a produzir calçados esportivos em 1919 na lavanderia da própria casa, na cidade de Herzogenaurach, região da Baviera.

Os irmãos

chamava-se Fábrica de Sapatos dos Irmãos Dassler [Gebrüder Dassler Schuhfabrik]. Ganhou o primeiro endereço próprio em 1924.

A empresa

de 1936, em Berlim,  o jovem negro americano Jesse Owens conquistou quatro medalhas de ouro diante do ditador nazista Adolf Hitler.

Nas Olimpíadas

filiados ao partido nazista, os irmãos Dassler forneceram os tênis  a Owens.

Mesmo sendo

iam bem até que, durante a Segunda Guerra, a fábrica enfrentou sérios problemas.

Os negócios

depois de grandes desentendimentos familiares, os dois resolveram se separar. Rudolf chegou a acusar o irmão de tê-lo denunciado às tropas aliadas.

Em 1948,

então a Adidas. Adi é o diminutivo alemão de  Adolf e Das eram as primeiras letras do sobrenome Dassler.

Adolf fundou

de Rudolf começou se chamando RuDa, usando  o mesmo critério. Ru de Rudolf e Da de Dassler.

A nova empresa

durou pouco tempo. Quatro meses depois, procurando um nome mais esportivo,  a RuDa virou Puma.

Mas esse nome

e Rudolf foi contada no livro "Invasão de campo: Adidas, Puma e os bastidores do esporte moderno", de Barbara Smit, de 2007.  O livro foi lançado no  Brasil pela editora Zahar.  A história também foi  contada num filme e  depois numa minissérie.

A história de Adolf