DO CORINTHIANS

HISTÓRIA,  HERÓIS E CONQUISTAS

Círculo traçado
Círculo traçado
Separador de seção preto

Corinthians Paulista foi fundado por um grupo  de cinco operários em  1º de setembro de 1910.

O Sport Club

Círculo traçado
Separador de seção preto
Separador de seção preto

Miguel Battaglia, era alfaiate. Os próprios jogadores ajudaram a construir o campo onde a equipe faria seus primeiros jogos.

O primeiro presidente,

Círculo traçado
Separador de seção preto

foi batizado em homenagem ao Corinthian, time inglês que excursionou pelo Brasil em 1910 e estreou goleando o Fluminense por 10 x 1.

O Corinthians

Círculo traçado
Separador de seção preto

“Corinthian” era utilizado na Inglaterra no início do século XIX com cavalheiros e nobres que se dedicavam à prática e patrocinavam esportes.

O termo

Círculo traçado

não agradou a todos. Havia  quem preferisse que o clube homenageasse algum brasileiro famoso, como Santos Dumont  ou Carlos Gomes.

O nome

Círculo traçado
Diamante pontilhado
Diamante pontilhado
Diamante pontilhado
Separador de seção preto

bola de capotão do Corinthians foi comprada depois que uma lista de donativos circulou entre os comerciantes do Bom Retiro. Ela custou 6 mil réis.

A primeira

Círculo traçado

Réplica

Separador de seção preto

na várzea, em 10/09,  o Corinthians perdeu por  1 x 0 para o União da Lapa.  No jogo seguinte, em 14/09,  o Corinthians venceu o  Estrela Polar por 2 x 0.  O primeiro gol corintiano  foi marcado pelo atacante  italiano Luiz Fabbi Filho.

Em seu primeiro jogo,

Separador de seção preto
Círculo traçado
Separador de seção preto
Separador de seção preto

o Mosqueteiro, surgiu em 1929. O Corinthians ganhou sua primeira partida internacional, contra o Barracas, da Argentina, por 3 x 1, no Parque São Jorge.

A mascote do clube,

Círculo traçado
Separador de seção preto

o jornalista Tomás Mazzoni elogiou o comportamento do time em crônica de  "A Gazeta Esportiva". “Fibra de mosqueteiros”, escreveu. E o apelido pegou.

No dia seguinte,

Círculo traçado

Reprodução/Arquivo Celso Unzelte

Separador de seção preto
Separador de seção preto

viveu por quatro anos sem  ter um escudo. O primeiro foi desenhado apenas em 1914. Tinha fundo branco com frisos pretos e o monograma  SCP ao centro.

O Corinthians

Círculo traçado

o escudo virou um retângulo e as iniciais do clube ficaram completas: SCCP. Três anos depois, o escudo já era parecido com o atual – um círculo negro com o nome do clube, o ano de fundação e  a bandeira paulista.

Em 1917,

Círculo traçado
Círculo traçado
Separador de seção preto

o distintivo ganhou a forma atual. Foram acrescidos a âncora e os remos em homenagem aos demais esportes que passaram  a ser praticados pelo clube.

Somente em 1933

Círculo traçado
Separador de seção preto

calção branco, punhos e gola pretos. O primeiro uniforme do Corinthians vivia desbotando e manchando com o uso. As cores preta e branca só foram adotadas em 1917.

Camisa bege,

Círculo traçado
Separador de seção preto

ídolo do Corinthians foi Neco. Ele jogou nas décadas de 1910 e 1920 e ficou marcado pelo temperamento forte. Em um clássico contra o Palestra Itália, ele tirou a cinta do calção para agredir o goleiro alviverde.

O primeiro

Círculo traçado
Separador de seção preto
Separador de seção preto

“Campeão dos campeões” no hino do Corinthians faz uma referência a uma conquista de 1930, quando foram realizados dois jogos entre o campeão paulista (Corinthians) e o campeão carioca (Vasco). O Corinthians venceu as duas: 4 x 2 e 3 x 2.

O verso

Círculo traçado
Separador de seção preto
Separador de seção preto

foi composto pelo radialista Lauro d’Ávila entre 1951 e 1952, substituindo outro pouco conhecido. Caiu no gosto da torcida depois da conquista do título do IV Centenário de São Paulo, em 1954.

O hino

Círculo traçado
Separador de seção preto

surgiu em um dos piores momentos da história do clube: o jejum de títulos paulistas que durou de 1955 a 1977. Em 1966,  o Corinthians fez contratações de peso e a imprensa passou a se referir ao elenco como o “Timão do Corinthians”.

O apelido “Timão”

Círculo traçado
Separador de seção preto

A maior vitória  da história do Corinthians foi contra o Santos, em 11 de julho  de 1920:

11×0

Círculo traçado
Sublinhado rabiscado branco
Separador de seção preto

Cláudio Christovam de Pinho, que defendeu o clube entre 1945 e 1957, é o maior artilheiro da história corintiana: 305 gols em 549 jogos.

O ponta-direita

Círculo traçado
Separador de seção preto

do Corinthians é conhecida por suas invasões: em 1976, dezenas de milhares de corintianos dividiram o Maracanã com a torcida do Fluminense na semifinal do Campeonato Brasileiro; em 2012, eram 30 mil torcedores do Corinthians no Japão para  a final do Mundial de Clubes.

A torcida

Círculo traçado

seu time de coração?

Quer saber mais sobre

Círculo traçado