Curiosidades sobre

Pelé

lançaram o selo em homenagem ao milésimo gol de Pelé em 28 de novembro de 1969 – apenas nove dias após o feito. No ano seguinte, Pelé aparece também no selo que saúda o tricampeonato mundial, conquistado no México.

Os Correios

O fotógrafo

Ronaldo Kotscho, de "Placar", fez  a foto de Pelé com a camisa da Seleção e o “Diretas Já” em 1984, num intervalo das filmagens do longa-metragem “Pedro Mico”,  no Rio de Janeiro.

levou o primeiro gol oficial de Pelé. O Santos venceu o Corinthians de Santo André por 7 x 1, em 7 de setembro de 1956. Pelé entrou no lugar de Pagão e marcou o sexto gol. Zaluar mandou fazer camisa comemorativa e cartões de visita para anunciar que levou o gol 0001 de Pelé. Faleceu em 1995.

Zaluar Torres Rodrigues

da Copa do Mundo de 1966, disputada na Inglaterra, a nova revista “Realidade” trouxe na capa do número 1 Pelé com o famoso chapéu usado pela guarda do Palácio de Buckingham.

Às vésperas

biografia do ídolo, “Eu Sou Pelé”, foi escrita pelo então repórter esportivo e hoje novelista Benedito Ruy Barbosa, em 1961. No livro, Pelé disse que pretendia jogar até 1965. “Depois, se Deus quiser, serei apenas um amador, que jogará por puro prazer”.

A primeira

Pelé

vira estátua depois de tentar fazer um gol do meio de campo no goleiro checo Viktor. A antológica tirinha do cartunista Henfil foi publicada em "Placar" na cobertura da Copa de 1970.

com a efígie de Pelé foi o presente do primeiro número da revista "Placar", de 20/03/1970. Pelé  está na capa com a chamada: “Receita para ganhar a Copa”.

A moeda

O Museu Pelé,

em Santos, foi inaugurado em  15 de junho de 2014, como um  dos eventos em comemoração à Copa do Mundo, que estava sendo realizada pela segunda vez no Brasil. Dois anos antes, o primeiro museu dedicado a Pelé no mundo abriu as portas. Ele fica em Lugansk, na Ucrânia.

se apresenta como “maior artilheiro humano” da história do Santos. “Pelé não conta, é um ET”, diz. Pepe marcou 405 gols em 750 jogos. É o maior campeão do Santos, com 27 títulos, um a mais que Pelé.

Pepe

foi o maior parceiro de Pelé no ataque do Santos. Eles criaram as tabelinhas. Por causa da semelhança dos dois, Coutinho dizia que vários gols seus acabaram atribuídos a Pelé.

Coutinho

do Campeonato Paulista de Juniores de 1956, Pelé desperdiçou um pênalti e viu o Santos perder o título para o rival Jabaquara, que venceu por 2 x 1. Acabou vaiado e por pouco não foi mandado embora da Vila Belmiro.

Na final

O documentário

“Pelé Eterno”, dirigido por Aníbal Massaini Neto, foi lançado em  25 de junho de 2004. A pesquisa durou cinco anos e o filme tem  120 minutos de duração. Antes dele, o Rei estrelou outro documentário: “Isto É Pelé”, produzido em 1975 por  Luís Carlos Barreto.

(1922-1998) ficou conhecido como “O Fotógrafo de Pelé”  de tantos jogos e viagens que  fez com o Rei. Domício publicou  400 de suas fotos no livro  “Era Pelé – O Atleta do Século”.

Domício Pinheiro

Pelé recebeu o título de “Cidadão do Mundo”, conferido pela ONU. Em 1992, ele seria escolhido ainda Embaixador da Boa Vontade pela entidade sediada em Nova York.

Em 27 de setembro de 1977,

é o produto mais emblemático  que leva o nome do Rei. Pelé assinou o contrato em 1971.  O produto é produzido pela Companhia Cacique de Café Solúvel, fundada por Horácio Sabino Coimbra em 1959.

O Café Pelé

Na edição

de janeiro de 1971, a revista "Realidade" fez um exercício de futurologia e tentou adivinhar como estaria Pelé aos 50 anos, em 1990. A maquiagem deixou Pelé um senhor grisalho e com  um bigodão. Errou feio.

tiras de Pelezinho, criado por Maurício de Sousa, foram  lançadas em outubro de 1976.  O gibi “Pelezinho” surgiu em outubro de 1977 e circulou até dezembro de 1982. Depois disso, o garoto bom de bola apareceria apenas em almanaques e edições especiais. Os outros personagens das aventuras foram inspirados em amigos da infância de Pelé: Teófilo, Neusinha, Frangão, Canabraba, Bonga,  Jão Balão e Samira.

As primeiras

autógrafos do mundo já foi diferente. Ele costumava escrever “Edson = Pelé”.  Com o tempo, para cansar menos a mão, ficou apenas  o “Pelé”.

Um dos mais cobiçados

Com a popularização

dos videogames, na década de 1980, as produtoras resolveram investir na convocação de estrelas de futebol para batizar os jogos.  O primeiro foi “Pelé’s Soccer”, em 1982, para Atari. Os jogadores eram pontos circulares azuis e laranjas. A bola, um quadrado branco.

treze vezes em sua carreira.  O primeiro cartão vermelho veio  em 22 de dezembro de 1957, numa vitória de 1 x 0 sobre o Corinthians, na Vila Belmiro. Das treze expulsões. Pelé recebeu o vermelho quatro vezes do árbitro Armando Marques. Ele o chamava em campo de “Senhor Edson”.

Pelé foi expulso

O que eles disseram sobre 

o Rei Pelé