A HISTÓRIA  DA COCA-COLA

NAS COPAS

gif

de 1950, disputada no Brasil, a Coca-Cola fez seu primeiro anúncio citando o torneio.

Na Copa do Mundo

de refrigerante só começou  a patrocinar mundialmente a competição em 1978,  na Copa da Argentina.

Mas a marca

de Coca-Cola e Fanta traziam os rostos de 35 jogadores  do Brasil nas versões "time verde" e "time amarelo".  Eram 70 no total, mais três com símbolos da Copa.

As tampinhas

poderiam ser usadas num jogo que a Coca-Cola batizou de “Tecobol”

As tampinhas

- com um campo, as regras  e até espaços para colar as tampinhas - era distribuído gratuitamente nos caminhões da empresa.

O encarte

valiam um jogador ou um goleiro. Cinco tampinhas podiam ser trocadas por uma cartela com adesivos para personalizar os jogadores.  Foi a promoção da Coca-Cola na Copa de 1982.

Dez tampinhas

de Copas em latinhas começaram a aparecer já em 1978. O cachorrinho Striker e as bandeiras  dos participantes da  Copa de 1994, nos Estados Unidos, transformaram definitivamente as latinhas  em itens colecionáveis..

As referências

a Coca-Cola lançou a coleção "Futgudes".  Eram 38 bolinhas -  36 com os rostinhos de jogadores, uma com o símbolo da bebida e outra com o trio Ronaldo,  Romário e Júnior Baiano.

Para a Copa de 1998,

de todos os brindes  foi lançado em 1998:  os Minicraques Coca-Cola. Foram 25 bonequinhos de  7 centímetros e mais um  trio especial (Ronaldo, Romário e Dunga)

O mais famoso

é que 14 jogadores não foram à Copa. As figuras  eram trocadas por cinco tampinhas ou cinco anéis de latas e mais 2 reais.

O mais curioso

a Coca-Cola patrocinou  o primeiro tour da taça  Copa do Mundo Fifa pelo mundo. Ela percorreu 31 países em três meses  e já se tornou uma tradição.

Em 2006,

fez embalagens em formato de bola de futebol para celebrar a Copa do Mundo  da Alemanha, em 2006.  As garrafinhas tinham  400ml do refrigerante.

A Coca-Cola

a Coca-Cola ofereceu como brinde peças encaixáveis  um tanto estranhas. Alguns sortudos ganharam pequenas réplicas da taça Copa do Mundo Fifa.

Também em 2006,

na África do Sul, a canção "Wavin' Flag" foi apresentada pelo cantor de hip hop somali K'naan, por encomenda da Coca-Cola. Caiu no gosto popular e fez mais sucesso que a música oficial da Copa

Em 2010,

da Copa de 2014 foram bastante criticadas. Elas  se esgotaram rápido demais  e deixaram os torcedores brasileiros frustrados.

As minigarrafinhas

de oito copos foi o brinde oferecido pela Coca-Cola  em 2018. Os copos homenageavam os  sete campeões mundiais  e a anfitriã Rússia.

Uma coleção

de figurinhas da Copa de 2022, lançado pela Panini, traz espaços para oito figurinhas que só são encontradas atrás dos rótulos de garrafas de  2 litros de Coca-Cola zero.

O álbum

Uma dieta sem refrigerantes pode  diminuir os riscos de obesidade,  diabetes, cálculo renal, pressão alta,  entre outras doenças.

Curiosidades sobre a

Coca-Cola