Linha do tempo:

as roupas das  comissárias  de voo

As primeiras aeromoças usavam modelos inspirados no militarismo. Uniformes verdes ou azuis em tons escuros e saias abaixo do joelho.

Anos 1940

Flight Path

As aeromoças deveriam  ser obrigatoriamente magras. Blazer justo com a saia lápis eram usados para valorizar  as curvas femininas.  Grandes estilistas começam  a assinar os uniformes.

Anos 1950

Curved Arrow

Era época da explosão da minissaia. A tendência também foi para os aviões. Saia acima do joelho, com modelos justos e em cores mais vibrantes.

Anos 1960

Flight Path

A alta costura entra a bordo.   O estilista italiano Emilio Pucci desenhou seis coleções antológicas para a empresa aérea americana Brannif  entre 1965 e 1974.

Anos 1970

Flight Path

Começa um período de sobriedade na cabine dos aviões. Saias com cintura alta, tailleur e ombreiras deixavam as comissárias de voo mais discretas.

Anos 1980

Flight Path

Boinas dão lugar a lenços. Cada empresa escolhe  seu próprio estilo.

Anos 1990

Flight Path

Peças mais elaboradas, com cortes minimalistas e tradicionais. A Identidade nacional está presente em alguns detalhes.

Anos 2000

Flight Path

Uniformes temáticos e inusitados fizeram sucesso na internet. Em 2011, comissárias da All Nippon Airways, do Japão, vestiram peças com  o desenho Pokemón.

Anos 2010

Flight Path

A Play, companhia aérea da Islândia, lançou os primeiros uniformes sem gênero.

Anos 2020

Flight Path

A empresa aérea ucraniana  de baixo custo SkyUp abandonou as saias lápis e  os scarpins das aeromoças. Entram em cena terno de alfaiataria e tênis, tudo  bem confortável.

Anos 2020

Flight Path

você encontra em

"O Guia das Curiosas"

Outras curiosidades