10 curiosidades sobre

Cândido Portinari

(1903-1962) é um dos mais importantes pintores brasileiros de todos os tempos. Nasceu  numa fazenda de café  em Brodowski, no interior  de São Paulo.

Candido Portinari

italianos, ele foi o segundo de doze filhos. Seu apelido na família era "Candinho".

Filho de imigrantes

o primário. Aos 9 anos pintou o teto da igreja de sua cidade. Crianças estiveram presentes  em muitas de suas obras.  A imagem aqui é do quadro "Meninos soltando pipa" (1947)

O artista só cursou

cerca de 4.500 obras  em 40 anos de trabalho.  "O Mestiço", de 1934,  é uma das mais famosas.

Portinari criou

aumentar o tamanho do  corpo de seus personagens para valorizar o trabalhador brasileiro, como em  "O lavrador de café" (1934).

O artista costumava

a temas líricos, Portinari  pintou temas de denúncia social, como na tela "Retirantes", de 1944.

Além de se dedicar

para a igreja da Pampulha criaram uma batalha  político-religiosa centrada  no São Francisco pintado  por Portinari, considerado extravagante e anti-religioso.  A igreja foi inaugurada em 1945, mas ficou fechada durante 14 anos.

Seus painéis

recebeu a encomenda dos  dois murais "Guerra e Paz"  em 1952. Eles foram um presente do governo brasileiro para a sede da ONU, em Nova York. Cada painel tem 14 metros de altura por 10 metros de largura e pesa 1 tonelada. Eles foram entregues em 6 de setembro de 1957.

Cândido Portinari

de Portinari no exterior estão  os três grandes painéis para  a Feira Mundial de Nova York (1939) e os quatro painéis para a Biblioteca do Congresso (1942), em Washington.

Entre os trabalhos

homenageado na cédula de 5.000 cruzados lançada em  15 de setembro de 1988.  Com as mudanças de  moeda, a nota passaria  a valer 5 cruzados novos  e depois 5 cruzeiros.

Portinari foi