Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades de “Terra de Gigantes”, a obra-prima de Irwin Allen

6 de julho de 2020

“Terra de Gigantes” foi produzida nos Estados Unidos entre 1968 e 1970. Estreou no Brasil em 2 de março de 1969 pela TV Record. Na época, ele foi apresentada como o “seriado mais caro de todo os tempos” (250 mil dólares por episódio). Para começar. os cenários eram enormes, com objetos imensos, para dar a sensação que o elenco principal era de fato minúsculo. A trilha de abertura, composta pelo maestro John Williams, tinha a narração de Carlos Alberto Vaccari na versão brasileira, dublada nos estúdios AIC São Paulo.

O criador de “Terra de Gigantes” foi Irwin Allen, gênio também por trás de “Viagem ao Fundo do Mar” (1964), “Perdidos no Espaço” (1965), “Túnel do Tempo” (1966) e “Família Robinson” (1975).

Nave cai em outro planeta e eles viram “os pequeninos”

“Terra de Gigantes” era ambientada no distante ano de 1983. Durante uma viagem entre Los Angeles e Londres, a nave Spindrift, que fazia voos sub-orbitais ultra rápidos, se perde em meio a uma estranha nuvem. Com muita dificuldade, a nave consegue fazer um pouso de emergência – mas ninguém sabe exatamente onde foram parar, o que cria uma tensão entre todos.

A Spindrift tinha três tripulantes: o capitão Stevie Burton, o co-piloto Dan Erickson e a comissária Betty Hamilton. Havia apenas quatro passageiros: o garoto órfão Barry Lockridge e seu cãozinho Chipper; a sensual socialite Valerie Scott; o presunçoso engenheiro Mark Wilson e o golpista Alexander Fitzhugh.

Os personagens descobrem que estão num lugar em que tudo é gigantesco – as pessoas, os objetos, os animais, as plantas, as frutas, até os insetos. Só eles, tripulantes e passageiros, são minúsculos e passarão a ser chamados de “os pequeninos”.

Semelhanças com “Perdidos no Espaço”

Os fãs viram muitas semelhanças entre as tramas de “Terra de Gigantes” e “Perdidos no Espaço”. Fitzhugh, por exemplo, não hesitava em trair os companheiros numa tentativa de voltar para casa, o que fazia lembrar o Doutor Smith, de “Perdidos no Espaço”. A exemplo de Fitzhugh, Smith também tinha como aliado um garoto (Will Robinson).

Durante alguns dos 51 episódios das duas temporadas, os pequeninos foram perseguidos pela polícia política dos gigantes, que tinha a sigla SID, e era liderada pelo inspetor Kobick. Isso porque a tal “Terra de Gigantes” vivia sob domínio de uma ditadura e eles tinham medo que os invasores representassem uma civilização mais avançada. Os episódios tinham um viés crítico e político muito forte. Não se sabe como isso passou despercebido pelo regime político do Brasil naquela época. Muitas vezes os pequeninos interagiam com grupos de gigantes que se opunham à tirania do lugar.

O nome da terra onde viviam os gigantes nunca foi mencionado. Mas sabia-se que era outro planeta. Num episódio, o capitão Steve consegue ver a Terra por um aparelho inventado pelos gigantes. O curioso, no entanto, é que os carros e caminhões que trafegavam pelas suas ruas tinham todos a marcha Chrysler. Talvez uma “coincidência” pelo fato de a Chrysler Corporation haver sido a empresa contratada para fazer as montagens dos estúdios.

Magalhães Júnior, especial para o “Você é Curioso?” (04/07/2020)

O que você vai ouvir:

Na Sonora 1, o capitão Stevie Burton tenta (em vão) contato com a torre do aeroporto de Londres. A dublagem é de Dráuzio de Oliveira.

Na Sonora 2, a cena tem a participação da comissária Betty (dublada por Sandra Campos), a socialite Valerie (Isaura Gomes) e o engenheiro Mark (João Paulo Ramalho).

Na Sonora 3, Fitzhugh é dublado por José Soares; o copiloto Dan, por João Ângelo; e o garoto Barry, pela voz feminina de Aliomar de Barros.

Na Sonora 4, o capitão Stevie, Fitzhugh e Valerie são capturados por um professor, que acaba lhes pedindo ajuda. O professor, chamado Gorak, foi dublado por Aldo César.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

O primeiro beijo em novelas

O primeiro beijo em novelas

Durante 68 anos, a história da TV brasileira registrou que o primeiro beijo em telenovelas no Brasil aconteceu no último capítulo de "Sua Vida Me Pertence", exibido em 15 de fevereiro de 1952, na TV Tupi. A primazia coube ao casal Wálter Foster e Vida Alves. A novela...

Os programas de culinária pioneiros da TV brasileira

Os programas de culinária pioneiros da TV brasileira

O primeiro programa de culinária da TV brasileira foi apresentado pelo mestre-cuca (ainda não se usava o francês chef) Francisco Ribeiro Wright, mais conhecido como Chico Wright. A estreia aconteceu em 18 de setembro de 1955, na TV Rio. O programa não tinha um nome....

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This