Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Máquina de escrever

24 de abril de 2019

 

O inglês Henry Mill apresentou, em 1714, o primeiro pedido de patente de uma “máquina artificial para impressão de letras”. Mas o invento não pegou. O nome “tipógrafo” foi registrado pelo americano William Austin Burt em 1829, mas a máquina nunca foi vendida por falta de interesse de investidores. Muitas outras tentativas foram feitas, mas o primeiro modelo de máquina de escrever que realmente funcionou só apareceu em 1867. O inventor americano Christopher Latham Sholes (1819-1890), com os colaboradores Carlos Glidden e Samuel Soule, construiu uma máquina de escrever com dois sérios inconvenientes – escrevia somente com letras maiúsculas e apresentava dificuldades para leitura. Suas teclas eram dispostas em ordem alfabética. Tentando criar método mais “científico”, Sholes pediu ajuda a seu amigo, James Densmore. Em 1872, Densmore surgiu com o teclado QWERTY, assim chamado por causa das seis primeiras letras da fila superior, na mão esquerda. Ele estudou as letras e suas combinações mais freqüentes na língua inglesa para colocá-las distantes uma das outras, a fim de que as hastes não subissem juntas, embolando-se durante a datilografia. No Brasil, o teclado QWERTY, adaptado com a cedilha e os acentos, foi padronizado. Apesar de a letra A ficar a cargo do pobrezinho dedo mínimo esquerdo…

O segundo modelo de Sholes, produzido um ano depois, havia sido aperfeiçoado a tal ponto que sua velocidade ultrapassava a da escrita à mão. Sholes continuou a aperfeiçoar suas máquinas e, em 1873, assinou um contrato com a Remington para produzir máquinas de escrever. Eliphalet Remington e seu filho, Philo, que eram fabricantes de armas, introduziram seu modelo comercial em 1874, porém, não deram a ele o nome de seu inventor, mas o deles próprios.

Mark Twain foi o primeiro autor a apresentar um original datilografado, que ele escreveu em uma Remington comprada pela caríssima quantia na época de 125 dólares. A máquina de escrever com tecla de maiúsculas e minúsculas apareceu em 1878, mesmo ano em que surgiu a “escrita visível”, que permitia ver a linha impressa à medida que ela era datilografada (ao invés de ter de erguer o carro para verificar uma letra ou uma palavra).

Sholes fez experiências com máquinas operadas com eletricidade, mas esta invenção saiu, em sua primeira forma, dos esforços da imaginação de Thomas Edison em 1872. O ancestral direto da linha de máquinas elétricas que utilizamos hoje em dia apareceu em 1920, produto do inventor americano James Smathers.

O público só aceitou a máquina de escrever depois que um italiano, Camilo Olivetti, lançou em 1910 um modelo muito parecido ao que é utilizado hoje. Olivetti lançou o modelo portátil em 1932.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Significado dos nomes de carros

Significado dos nomes de carros

Bora Nome de um vento que sopra no mar Adriático. Celta Povo germânico que viveu entre 1.200 a.C. e 1.000 a.C. Clio Musa da poesia épica e da história na mitologia grega. Corolla “Coroa de flores” em espanhol. Doblò Teve origem em doblone, antiga moeda italiana....

Como surgiram os vírus de computador

Como surgiram os vírus de computador

O vírus de computador nasceu em 1982. O primeiro deles se chamou Elk Cloner, que atacava computadores Apple II com DOS. Um disquete infectado mostrava um poema a cada 50 vezes que era utilizado. O criador foi Rick Skrenta, de Pittsburg (EUA), aos 15 anos. Ele fez isso...

Periscópio

Periscópio

  A invenção do periscópio é atribuída ao russo Drzewiecki, em 1863, mas o primeiro deles foi construído pelo italiano Angelo Salmoiraghi, em 1894. O nome periscópio vem do grego periskopein, que significa ?ver em volta?. Consiste num tubo de aço dotado de uma...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This