•  Antes de Carrie Fisher e Harrison Ford, o diretor George Lucas cogitou em escalar Jodie Foster e Christopher Walker para os papéis de Princesa Leia e de Han Solo.
  • A nave de Han Solo se chamava Millennium Falcon. Ela foi concebida quando Lucas estava numa lanchonete. Ele viu seu hambúrguer ao lado da azeitona e imaginou-a no lugar do cockpit, tendo o hambúrguer como o outro compartimento da nave.
  • David Prowse, o ator sob a armadura de Darth Vader, afirma que até o dia em que o filme estreou, não sabia que James Earl Jones iria dublá-lo.
  • Fitas foram amarradas no corpo da atriz Carrie Fisher, que interpretou a Princesa Leia, para que seus peitos não balançassem no espaço, onde não há gravidade.
  • Haphaestus VII, Executor, Starbase Malevolent, Black Coven e Cosmocourse foram alguns dos 153 nomes sugeridos para a nave de Darth Vader. No final, ela foi chamada de Star Destroyer.
  • Indiana, o cachorro de George Lucas, inspirou a criação do rosto de Chewbacca.
  • Han Solo é o único personagem em todos os filmes da série que usa o Sabre de Luz sem ter poderes Jedi.
  • R2-D2, segundo George Lucas, quer dizer Reel 2 Dialog 2. Ou seja: rolo 2, diálogo 2. Essa era a posição em que o personagem aparecia no filme pela primeira vez. Sete robôs foram necessários para interpretá-lo já que, nas filmagens, eles ficaram presos na areia, quebraram, perderam peças…
  • TIE, sigla de Twin Ion Engine (Motor Duplo de Íons), é a tecnologia utilizada nos caças do Império. O som do TIE Fighter é produzido pelo ruído de um jovem elefante combinado com um carro numa rodovia.