Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Fórmula Indy 300 – São Paulo

24 de abril de 2019

 

De 1996 a 2000, o Brasil foi sede de provas Fórmula Indy, que aconteciam em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

Em 2005, a Indy foi dividida em duas ligas, que se uniram novamente em 2009. Eram duas ligas paralelas, mas sempre com a denominação “Indy”.

No dia 14 de março de 2010, a cidade de São Paulo foi palco de uma prova da Fórmula Indy, que marcou o retorno da Indy unificada ao Brasil.

O percurso teve início no Sambódromo do Anhembi, e continuou pela Avenida Olavo Fontoura e pela pista local da Marginal Tietê. Ao todo, o circuito tinha 4 quilômetros e 180 metros de extensão. Ao todo, seis curvas do trajeto foram batizadas: a curva da vitória, o “S” do samba, a curva da base aérea, a do Anhembi, a 14 bis e a do Tietê. A reta da Marginal Tietê, com 1,5 quilômetro de extensão, foi a maior de toda a Fórmula Indy.

O tempo médio que o vencedor da prova, o australiano Will Power, levou para completar cada volta foi de 1 minuto e 58 segundos. Um motorista paulistano demoraria aproximadamente 10 minutos em um dia de semana com trânsito relativamente livre. Power completou  as 61 voltas da prova em 2 horas e 57 segundos.

Na véspera da corrida, os pilotos apontaram falta de aderência na pista do Sambódromo. Depois dos treinos livres, o brasileiro Tony Kanaan disse: “O carro da Gaviões (da Fiel) tinha mais aderência do que o meu hoje. Meu carro estava sambando”.

O prefeito Gilberto Kassab visitou o circuito no dia dos treinos livres, e “conseguiu” ingressos para um grupo de operários que trabalhava na montagem da pista. O político encontrou os trabalhadores almoçando, e perguntou: “A boia está boa, pessoal? Vocês já têm ingresso?”. Kassab pediu a um promotor da corrida que conseguisse as entradas gratuitas.

Quatro brasileiros ficaram entre os dez primeiros na classificação: Vitor Meira (3º), Raphael Matos (4º), Helio Castroneves (9º) e Tony Kanaan (10º). Entre as quatro mulheres que disputaram a prova, a melhor classificada foi a brasileira Bia Figueiredo, que ficou em 13º.

Devido a acidentes, oito pilotos não completaram a corrida, incluindo dois brasileiros: Mario Romancini e Mario Moraes.

Por causa da chuva forte, a prova foi interrompida na 35º volta, e retomada após 45 minutos de paralização.

A Fórmula Indy custou R$ 20 milhões aos cofres da Prefeitura de São Paulo (a previsão inicial era de R$ 12 milhões). Por sua vez, o Grupo Bandeirantes, promotor da corrida, desembolsou R$ 35 milhões.

Aproximadamente 40 mil pessoas assistiram à corrida no Circuito Anhembi. Pela televisão, o público também foi numeroso: a Band, que transmitiu a prova, alcançou a segunda posição na medição do Ibope, com média de 8 pontos e picos de 10. Cada ponto equivale a cerca de 60 mil domicílios na Grande São Paulo.

A etapa de São Paulo de 2011 foi marcada pela forte chuva. A corrida, que teve de ser adiada devido ao mau tempo, foi vencida pelo australiano Will Power. Em 17° lugar, Vítor Meira foi o brasileiro mais bem colocado.

Em 2012, quatro brasileiros participarão da corrida: Tony Kanaan, Hélio Castroneves, Bia Figueiredo e Rubens Barrichello, que chega à categoria após 19 temporadas na Fórmula 1.

Livro conta a história de um dos maiores nomes do automobilismo, Ayrton Senna.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

10 curiosidades sobre a Fórmula Indy

10 curiosidades sobre a Fórmula Indy

1. Os primeiros registros de disputas da Fórmula Indy são de 1909. Alguns estudiosos defendem que as corridas começaram a ser disputadas em 1902, mas não há registros históricos. 2. Entre 1909 e 1916, poucas provas foram...

Brasileiros na Indy

Brasileiros na Indy

  Emerson Fittipaldi foi o primeiro brasileiro a correr pela Indy, em 1984. Já no ano seguinte, três outros pilotos foram na cola de Fittipaldi: Raul Boesel, Chico Serra e Roberto Moreno. Abaixo, você confere todos os brasileiros que já correram pela categoria....

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This