Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Recordes e pioneiros do futebol brasileiro

24 de abril de 2019

A maior goleada
A maior goleada registrada em partidas oficiais no futebol brasileiro foi Botafogo 24 x mangueira 0, pelo Campeonato Carioca, em 30 de maio de 1909.

A primeira excursão de um time brasileiro à Europa
Em 1925, depois de 20 dias a bordo do navio Zeelandia, a delegação do Club Athlético Paulistano chegou nas terras européias. Dos 19 jogos disputados em Portugal, Suíça e França, a equipe venceu 9 e perdeu apenas 1.

O clássico mais antigo
O clássico Botafogo x Fluminense é o mais antigo do futebol brasileiro. O primeiro aconteceu em 1906 e o Fluminense goleou por 8 a 0. Por isso, esse jogo é conhecido na Rio de Janeiro como Clássico Vovô.

O gol mais rápido
Oficialmente, o gol mais rápido do mundo é de um uruguaio, chamado Ricardo Oliveira, que marcou aos 2,80 segundos em um jogo disputado no dia 26 de dezembro de 1998. Em 2003, o atacante Fred, do América-MG, bateu o recorde brasileiro ao marcar aos 3,17 segundos. A partida na qual foi realizado o feito era contra o Vila Nova-GO e fazia parte da Copa São Paulo de Juniores. Antes dele, o feito de gol mais rápido do Brasil cabia a Vital, do Paysandu. No jogo contra o Santa Rosa, pelo Campeonato Paraense de 1997, ele abriu o placar 4 segundos depois do início da partida. Lourinho, do Juventus de Juazeiro (BA), garante ter marcado um gol aos 4 segundos contra o XV de Novembro Local, em setembro de 1973. Defendendo o Desportivo Italia, da Venezuela, o brasileiro Celso de Oliveira diz ter feito um gol aos 5 segundos de jogos contra o Zulia, em novembro de 1969. Não existem registros que confirmem essas duas informações.

O menor público
Nenhum torcedor foi ver Taguatinga 2 x Desportiva Bandeirante 0, em Brasília, no ano de 1980. Dez anos antes, também no Distrito Federal, o jogo Gama x Jaguar teve somente um pagante.

O primeiro gol de bicicleta
O primeiro gol de bicicleta Aconteceu em 1931 e foi marcado por Leônidas da Silva. Ele defendia o Bonsucesso numa partida contra o Esporte Clube Carioca.

O primeiro gol olímpico
Nasceu no campo do Centro Sportivo Barracas, em Buenos Aires, dia 2 de outubro de 1924. Foi marcado pelo ponta-esquerda Cesáreo Onzari, da Seleção Argentina, no jogo contra o Uruguai, que havia conquistado o torneio de futebol na Olimpíada daquele ano. Por ter sido assinalado num jogo contra os campeões olímpicos, recebeu o nome de gol olímpico. Quatro meses antes, os gols marcados diretamente de cobrança de escanteios não tinham validade. A Fifa mandava que fosse cobrado um tiro livre favorecendo o time que sofrera o gol. O mesmo Uruguai acabaria conquistando a medalha de ouro do futebol nas Olimpíadas segintes, em 1928, façanha que lhe valeu o apelido de Celeste Olímpica.

O primeiro goleiro a usar luvas
O Vasco fez uma excursão à Europa em 1929. Ao voltar para o Rio de Janeiro, o goleiro Jaguaré Bezerra de Vasconcelos, o Dengoso, trouxe a novidade: 2 pares de luvas de borracha, pretas por fora e vermelhas por dentro.

O primeiro jogo noturno
Foi no dia 23 de junho de 1923, na Várzea do Glicério, num terreno da Light, em São Paulo. Num campo iluminado por faróis de 20 bondes, a Associação Atlética República venceu por 2 a 1 a Sociedade Esportiva Linhas e Cabos.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Os Correios lançaram o selo em homenagem ao milésimo gol de Pelé em 28 de novembro de 1969 – apenas nove dias após o feito. No ano seguinte, Pelé aparece também no selo que saúda o tricampeonato mundial, conquistado no México. O fotógrafo Ronaldo Kotscho, de Placar,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This